Evaluation of the efficacy and reproducibility of cholangiopancreatography by magnetic resonance for detecting biliary complications following orthotopic liver transplantation

Evaluation of the efficacy and reproducibility of cholangiopancreatography by magnetic resonance for detecting biliary complications following orthotopic liver transplantation

Título alternativo Estudo da eficácia e da reprodutibilidade da colangiopancreatografia por ressonância magnética na detecção das complicações biliares pós-transplantes hepáticos
Autor Linhares, Marcelo Moura Autor UNIFESP Google Scholar
Coelho, Rafael Darahen de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Szejnfeld, Jacob Autor UNIFESP Google Scholar
Goldman, Susan Menasce Autor UNIFESP Google Scholar
Gonzalez, Adriano Miziara Autor UNIFESP Google Scholar
Szejnfeld, Denis Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Carla Adriana Loureiro de Autor UNIFESP Google Scholar
Salzedas-Netto, Alcides Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Lopes Filho, Gaspar de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To evaluate the accuracy and reproducibility of magnetic resonance cholangiopancreatography (MRCP) in the detection of biliary complications in liver transplanted patients. METHODS: A study was conducted, with blinded review of 28 MRCP exams of 24 patients submitted to liver transplantation. The images were reviewed by two independent observers, at two different moments, regarding the degree of biliary tree visualization and the presence or absence of biliary complications. The MRCP results were compared, when negative, to at least 3 months of clinical and biochemical follow-up, and when positive, to the findings at surgery or endoscopic retrograde cholangiopancreatography (ERCP). RESULTS: The degree of intrahepatic biliary tree visualization was considered good or excellent in 78.6% and 82.1% of the exams by the two observers and visualization of the donor duct, recipient duct and biliary anastomosis was considered good or excellent in 100% of the exams, by both observers. Six biliary complications were detected (21.4%), all of them anastomotic strictures. Intra and interobserver agreement were substantial or almost perfect (kappa k values of 0.611 to 0.804) for the visualization of the biliary tree and almost perfect (k values of 0.900 to 1.000) for the detection of biliary complications. MRCP achieved 100% sensitivity, 95.45% specificity, 85.7% positive predictive value and 100% negative predictive value for the detection of biliary complications. CONCLUSIONS: MRCP is an accurate examination for the detection of biliary complications after orthotopic liver transplantation and it is a highly reproducible method in the evaluation of the biliary tree of liver transplanted patients.

OBJETIVO: Medir a acurácia e reprodutibilidade da colangiopancreatografia por ressonância magnética (CPRM) na avaliação da visibilização de complicações biliares em pacientes submetidos a transplantes hepáticos ortotópicos. MÉTODOS: Realizado estudo retrospectivo de 28 exames de CPRM de 24 pacientes submetidos a transplantes hepáticos. Os exames foram interpretados por dois observadores independentes, em dois momentos distintos, quanto ao grau de visibilização das estruturas estudadas e quanto à presença ou ausência de alterações nas vias biliares. Os resultados da CPRM foram comparados, nos casos de CPRM negativa, à evolução clínico-laboratorial por pelo menos 3 meses e, nos casos de CPRM alterada, aos achados de colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) e cirurgia, quando indicados. RESULTADOS: A visibilização das vias biliares intra-hepáticas foi considerada boa ou excelente em 78,6% e 82,1% dos exames pelos dois observadores. A visibilização da via biliar extra-hepática do doador e do receptor, bem como da anastomose biliar, foi considerada boa ou excelente em 100% dos casos por ambos os observadores. Foram detectadas seis complicações biliares (21,4% dos casos), todas elas estenoses anastomóticas. A concordância intra e intra-observador foi substancial ou quase perfeita (índices de kappa- k de 0,611 a 0,804) para a visualização das estruturas estudadas e quase perfeita (k de 0,900 a 1,000) para a detecção das complicações biliares. A CPRM apresentou sensibilidade de 100%, especificidade de 95,45%, valor preditivo positivo de 85,7% e valor preditivo negativo de 100% para a detecção de complicações biliares. CONCLUSÕES: A colangiopancreatografia por ressonância magnética (CPRM) é um exame acurado para a detecção de complicações biliares em pacientes submetidos a transplantes hepáticos ortotópicos por CPRM. Este exame configura-se como um método eficiente e altamente reprodutível para detecção de complicações biliares pós-transplantes hepáticos ortotópicos.
Palavra-chave Liver Transplantation
Magnetic Resonance Imaging
Bile Ducts
Cholangiography
Transplante de Fígado
Imagem por Ressonância Magnética
Ductos Biliares
Colangiografia
Idioma Inglês
Data de publicação 2010-06-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 25, n. 3, p. 249-256, 2010.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 249-256
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502010000300006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000279280900006
SciELO S0102-86502010000300006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5779

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86502010000300006.pdf
Tamanho: 442.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta