Síndrome de woakes e suas manifestações audiológicas: relato de caso

Síndrome de woakes e suas manifestações audiológicas: relato de caso

Título alternativo Woake's syndrome and its auditory manifestations: case report
Autor Hanazumi, Aline Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Laura Maria Araújo de Autor UNIFESP Google Scholar
Gil, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: audiological manifestations in Woake`s Syndrome. PROCEDURE: a female adult patient diagnosed with Woake's Syndrome has undergone clinical history, pure tone audiometry, speech audiometry, acoustic immittance measures and revision of hearing aids. Her record files were also reviewed. RESULTS: three different pure tone audiometries were compared and indicated: flat audiometric configuration, with two evaluations indicating mixed hearing loss, and, in 2006, a moderate-to-severe sensorineural hearing loss with flat tympanograms, absence of acoustic reflexes bilaterally and good WRS. An increase of about 15 dB to 20dB of pure tone thresholds and 15 dB to 30 dB of bone thresholds was observed in 10 years of evolution. CONCLUSION: the study of the clinical manifestations concerning Woakes´s Syndrome allowed the acceptance of the coexistence between the sensory neural hearing loss and the type B tympanometric curve.

TEMA: manifestações audiológicas na síndrome de Woakes. PROCEDIMENTOS: A.A.R., uma paciente adulta com diagnóstico de Síndrome de Woakes foi submetida a anamnese, audiometria tonal, logoaudiometria, medidas de imitância acústica e reavaliação das próteses auditivas. Além disso, realizou-se um levantamento do prontuário da paciente. RESULTADOS: a análise dos resultados audiológicos em três oportunidades indicou: configuração audiométrica plana, sendo que nos dois primeiros registros foi verificada uma perda auditiva do tipo mista, e, em 2006, uma perda auditiva do tipo neurossensorial de grau moderadamente severo, com curva timpanométrica tipo B, ausência de reflexos acústicos bilateralmente e IPRF compatível com o tipo e grau da perda auditiva. Houve piora de aproximadamente 15 a 20dB nos limiares auditivos por via aérea, e, de 15 a 30 dB via óssea, entre 1996 e 2006. CONCLUSÃO: a avaliação audiológica revelou perda auditiva bilateral com alteração das medidas de imitância acústica, sendo que o estudo das manifestações clínicas da Síndrome de Woakes permitiu aceitar a coexistência entre a perda auditiva neurossensorial e curva timpanométrica tipo B.
Palavra-chave Audiology
Audiometry
Hearing Loss
Acoustic Impedance Tests
Audiologia
Audiometria
Perda Auditiva
Testes de Impedância Acústica
Idioma Português
Data de publicação 2010-06-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 12, n. 3, p. 516-519, 2010.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 516-519
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462009005000038
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462010000300021 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5766

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462010000300021.pdf
Tamanho: 631.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta