Ressonância magnética para avaliação dos limites dos campos clássicos de radioterapia em pacientes portadoras de neoplasia maligna de colo uterino

Ressonância magnética para avaliação dos limites dos campos clássicos de radioterapia em pacientes portadoras de neoplasia maligna de colo uterino

Título alternativo Magnetic resonance imaging in the evaluation of standard radiotherapy field borders in patients with uterine cervix cancer
Autor Freire, Geison Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Dias, Rodrigo Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Giordani, Adelmo José Autor UNIFESP Google Scholar
Ribalta, Julisa Chamorro Lascasas Autor UNIFESP Google Scholar
Segreto, Helena Regina Comodo Autor UNIFESP Google Scholar
Segreto, Roberto Araujo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To evaluate, by means of magnetic resonance imaging, the standardized field borders in radiotherapy for malignant neoplasm of uterine cervix, and to determine the role of this method in the reduction of possible planning errors related to the conventional technique. MATERIALS AND METHODS: Magnetic resonance imaging studies for planning of treatment of 51 patients with uterine cervix cancer were retrospectively analyzed. The parameters assessed were the anterior and posterior field borders on sagittal section. RESULTS: The anterior field border was inappropriate in 20 (39.2%) patients and geographic miss was observed in 37.3% of cases in the posterior border. The inappropriateness of both field borders did not correlate with clinical parameters such as patients' age, tumor staging, histological type and degree. CONCLUSION: The evaluation of standardized field borders with the use of magnetic resonance imaging has demonstrated high indices of inappropriateness of the lateral field borders, as well as the relevant role of magnetic resonance imaging in the radiotherapy planning for patients with uterine cervix cancer with a view to reduce the occurrence of geographic miss of the target volume.

OBJETIVO: Avaliar os limites de campo padronizados para radioterapia de neoplasia maligna de colo uterino com o uso de ressonância magnética e verificar a importância deste exame na redução de possíveis erros de planejamento com técnica convencional. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisados, retrospectivamente, exames de ressonância magnética do planejamento de 51 pacientes tratadas devido a neoplasia de colo uterino. Os parâmetros estudados foram limites anterior e posterior no corte sagital. RESULTADOS: Observou-se, no corte sagital das ressonâncias magnéticas, que o limite de campo anterior apresentou-se inadequado em 20 (39,2%) pacientes e que houve perda geográfica em 37,3% dos casos no limite posterior. A inadequação de ambos os limites de campo não se relacionou com parâmetros clínicos como idade das pacientes, estadiamento, tipo e grau histológico. CONCLUSÃO: A avaliação dos limites de campo padronizados pela literatura com o uso de ressonância magnética mostrou altos índices de inadequação dos limites do campo lateral, assim como a importância do uso deste exame no planejamento radioterápico de pacientes portadoras de câncer de colo uterino com a finalidade de reduzir a perda geográfica no volume alvo de tratamento.
Palavra-chave Uterine cervix cancer
Radiotherapy planning
Magnetic resonance imaging
Geographic miss
Tumor volume
Câncer de colo uterino
Radioterapia
Imagem por ressonância magnética
Perda geográfica
Volume tumoral
Idioma Português
Data de publicação 2010-06-01
Publicado em Radiologia Brasileira. Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, v. 43, n. 3, p. 175-178, 2010.
ISSN 0100-3984 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Extensão 175-178
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-39842010000300009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-39842010000300009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5759

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-39842010000300009.pdf
Tamanho: 155.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta