Quem mandou ficar velho e morar na rua?

Quem mandou ficar velho e morar na rua?

Título alternativo Who told you to grow old and live on the streets?
¿Quien te dijo que envejecieras y te fueras a vivir a la calle?
Autor Brêtas, Ana Cristina Passarella Autor UNIFESP Google Scholar
Marcolan, Joao Fernando Autor UNIFESP Google Scholar
Rosa, Anderson da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Fernandes, Flávia Saraiva Leão Autor UNIFESP Google Scholar
Raizer, Milena Veiga Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This qualitative case study is part of another study: Aging, health and work. The objective of this excerpt was to identify the meaning of aging on the streets for the elderly living on the street. The subjects' statements were analyzed under the light of the following themes: history of aging and history of life on the streets. It was understood that the streets are usually a hostile environment for the elderly. It does not guarantee the basic life conditions, affecting the mental health of people who are forced to live on the streets, particularly the elderly. The street does not offer any way out and, together with to the life conditions of the elderly living on the streets leads to the gradual loss of self-esteem, significantly affecting self-care. In addition to these issues, we found that compromised functional capacity puts the life/survival of the elderly living on the streets at risk.

Esta investigación es un estudio de caso cualitativo; integra el estudio Envejecimiento, salud y trabajo. El presente recorte tuvo por objetivo conocer el significado del envejecimiento en la calle para un anciano en situación de carencia de hogar. La narrativa fue trabajada a la luz de los ejes temáticos: historia del envejecimiento e historia de la vida en la calle. Se infiere que la calle es, casi siempre, un ambiente hostil para el anciano. No garantiza condiciones básicas de vida, perjudicando la salud mental de las personas que son obligadas a vivir en tales condiciones, en particular el anciano. La calle, por no mostrar posibilidades de salida, sumando a esto las condiciones de vida del anciano en situación de calle, induce a un proceso gradual de pérdida de la autoestima, que interfiere radicalmente en el autocuidado. Incrementando dichas cuestiones, se constató que el compromiso de la capacidad funcional coloca al anciano en situación de calle en riesgo de supervivencia.

Esta pesquisa é um estudo de caso qualitativo, e integra o estudo Envelhecimento, saúde e trabalho. Esse recorte teve por objetivo conhecer o significado do envelhecimento na rua para um idoso em situação de rua. A narrativa foi trabalhada à luz dos eixos temáticos: história do envelhecimento e história de vida na rua. Depreendemos que a rua quase sempre é um ambiente hostil para o idoso. Não garante condições básicas de vida, interferindo na saúde mental das pessoas que nela são obrigadas a viver, particularmente o idoso. A rua, por não mostrar possibilidades de saída, aliada às condições de vida do idoso em situação de rua leva a um processo gradual da perda da autoestima, interferindo sobremaneira no autocuidado. Acrescido a essas questões, constatamos que o comprometimento da capacidade funcional coloca em risco a sobre/vida do idoso em situação de rua.
Palavra-chave Aged
Homeless persons
Aging
Poverty
Public health
Idoso
Sem-teto
Envelhecimento
Pobreza
Saúde pública
Idioma Português
Data de publicação 2010-06-01
Publicado em BRETAS, Ana Cristina Passarella et al. Quem mandou ficar velho e morar na rua?. Rev. esc. enferm. USP [online]. 2010, vol.44, n.2, pp.476-481.
ISSN 0080-6234 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Extensão 476-481
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0080-62342010000200033
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000279522400033
SciELO S0080-62342010000200033 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5742

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0080-62342010000200033.pdf
Tamanho: 111.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0080-62342010000200033-pt.pdf
Tamanho: 116.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta