Linguagem e memória na doença de Alzheimer em fase moderada

Linguagem e memória na doença de Alzheimer em fase moderada

Título alternativo Language and memory in the Alzheimer's disease on the moderate phase
Autor Azevedo, Patricia Gomes De Google Scholar
Landim, Mirela Espessoto Google Scholar
Fávero, Gisele Priscila Google Scholar
Chiappetta, Ana Lúcia de Magalhães Leal Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição CEFAC
Centro Auditivo Sense
União dos Deficientes Físicos
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to analyze the cognitive alterations (memory and language) in the patient with illness of Alzheimer in the moderate phase and to verify if the variables: gender, age and education interfere with these abilities. METHODS: an observational study and prospective was carried through with 27 citizens with Alzheimer's disease in the moderate phase, patients of the Center of Regional Rehabilitation of Araraquara (CRRA), with age varying between 60 to 86 years. The test used for the evaluation was the Consortium to Establish a Registry for Alzheimer's Disease (CERAD) that contain some tests of which we select the following ones: Boston nomination test, Memory of list of words, Verbal Fluency, Calling up list of words and Recognition of list of words. RESULTS: the answers obtained in this research allowed to observe that there was no significant difference in the variable gender and age; however, in the education variable, we got a significant difference in the Boston nomination subtest. CONCLUSION: the sample of the citizens of this research did not get significant difference in the variable gender and age. However, in the education variable, the subjects with higher educational degree had better performance in the language test related to the Boston nomination subtest.

OBJETIVO: analisar as alterações cognitivas (memória e linguagem) no paciente com doença de Alzheimer na fase moderada e verificar se as variáveis sexo, idade e escolaridade interferem nessas habilidades. MÉTODOS: foi realizado um estudo observacional e prospectivo com 27 sujeitos com doença de Alzheimer na fase moderada, frequentadores do Centro de Reabilitação Regional de Araraquara (CRRA), com idade variando de 60 a 86 anos. O teste utilizado para a avaliação foi o Consortium to Establish a Registry for Alzheimer's Disease (CERAD) que contém várias provas, sendo selecionadas as seguintes: Teste de nomeação de Boston, Memória da lista de palavras, Fluência verbal, Evocação da lista de palavras e Reconhecimento da lista de palavras. RESULTADOS: as respostas obtidas nesta pesquisa permitiram observar que não houve diferença significante nas variáveis sexo e idade; já na variável escolaridade, obteve-se diferença significante no subteste de nomeação de Boston. CONCLUSÃO: a amostra dos sujeitos desta pesquisa não obteve diferença significante nas variáveis sexo e idade. Já na variável escolaridade, os sujeitos com maior grau de instrução tiveram melhor desempenho na prova de linguagem relacionada ao subteste de nomeação de Boston.
Palavra-chave Alzheimer Disease
Memory
Language
Doença de Alzheimer
Memória
Linguagem
Idioma Português
Data de publicação 2010-06-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 12, n. 3, p. 393-399, 2010.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 393-399
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-18462010005000001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462010000300006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5730

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462010000300006.pdf
Tamanho: 134.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta