Avaliação do vocabulário receptivo de crianças pré-escolares

Avaliação do vocabulário receptivo de crianças pré-escolares

Título alternativo An evaluation of receptive vocabulary in preschool children
Autor Araújo, Maria Vanderléia Matos Autor UNIFESP Google Scholar
Marteleto, Márcia Regina Fumagalli Autor UNIFESP Google Scholar
Schoen-Ferreira, Teresa Helena Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Nove de Julho Departamento de Saúde
Resumo Receptive language is the individual's capacity to understand what he hears or reads. Objective: to evaluate the performance of kindergarten children in terms of their receptive vocabulary. 159 students from a public school participated in the study and responded to the Peabody Test that evaluates the lexical development in the receptive domain. Procedure: after obtaining authorization from the school principal's office and parents, the children were evaluated individually. Results: 61% of the children showed a lower performance than expected for their age. The 1st grade students demonstrated better results than those in the 3rd grade. The child's gender and the mothers' level of education did not interfere in the test performance. Conclusion: as early as kindergarten, it is already important to work on vocabulary, in order to develop the children's potential for communication.

Linguagem receptiva é a capacidade de o indivíduo compreender o que ouve e lê. Este artigo objetiva avaliar o desempenho de crianças pré-escolares quanto ao vocabulário receptivo. Participaram 159 alunos - 56% do 1º estágio e 44% do 3º estágio - de uma escola de Educação Infantil do Município de São Paulo. Foi utilizado o Teste de Vocabulário por Imagens Peabody, que avalia o desenvolvimento lexical no domínio receptivo. Após autorização da direção da escola e dos pais, as crianças foram avaliadas individualmente. Houve um desempenho inferior ao esperado para a idade em 61% das crianças. Os alunos do 1º estágio saíram-se melhor do que os do 3º estágio. O gênero da criança e a escolaridade da mãe não interferiram no desempenho do teste. Conclui-se que é importante, já na pré-escola, um trabalho mais intensificado com vocabulário para as crianças desenvolverem seu potencial comunicativo.
Palavra-chave Child reading
Child language
Vocabulary
Educação infantil
Linguagem infantil
Vocabulário
Idioma Português
Data de publicação 2010-06-01
Publicado em Estudos de Psicologia (Campinas). Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, v. 27, n. 2, p. 169-176, 2010.
ISSN 0103-166X (Sherpa/Romeo)
Publicador Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Extensão 169-176
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2010000200004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-166X2010000200004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5727

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-166X2010000200004.pdf
Tamanho: 258.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta