Tendência da mortalidade por intoxicação medicamentosa entre gêneros e faixas etárias no Estado de São Paulo, Brasil, 1996-2012

Tendência da mortalidade por intoxicação medicamentosa entre gêneros e faixas etárias no Estado de São Paulo, Brasil, 1996-2012

Alternative title Medicine poisoning mortality trend by gender and age group, Sao Paulo State, Brazil, 1996-2012
Author Morgado de Oliveira, Janessa de Fatima Google Scholar
Wagner, Gabriela Arantes Autor UNIFESP Google Scholar
Romano-Lieber, Nicolina Silvana Google Scholar
Ferreira Antunes, Jose Leopoldo Google Scholar
Abstract This study looked into mortality due to medicinal drug poisoning by age, gender and intent among the population of the state of Sao Paulo. The adjusted time sequence of mortality due to drug poisoning was developed based on data available in the DATASUS Mortality Data System for 1996 to 2012. We checked the variables for magnitude and trends. We found an increase in adjusted mortality starting in 2005, and more so as of 2009, confirmed by a 95% CI for the average annual rate of change. (AARC) We did not find the same trend in overall mortality in the state (AARC = -0.22%, 95% CI = -1.12 -0.69) for specific, external cause mortality (AARC = -3.14%, 95% CI = -4.75 - -1.49) and for mortality due to accidental drug poisoning (AARC=+ 9,76%, 95% IC = -12.16 - 37.14). The largest increase was found in intentional self-poisoning with medicinal drugs (AARC = +10.64%, 95% CI = 6.92 - 14.40), and among the younger subjects (largest magnitude). The trend in mortality due to drug poisoning in the State of Sao Paulo, the importance of intent and mortality among the younger population reiterate the need to implement control measures.

O estudo verificou a tendência da mortalidade por intoxicação medicamentosa por faixas etárias, sexo e intenção, na população do estado de São Paulo. A série temporal de mortalidade por intoxicação medicamentosa ajustada foi construída a partir de dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade do DATASUS (1996 a 2012). Foram verificadas a magnitude e a tendência para as variáveis estudadas. Observou-se tendência crescente de mortalidade ajustada a partir de 2005, que se acentuou a partir de 2009, o que foi confirmado pelo valor do IC95% para a taxa de variação anual média. Tal tendência não foi verificada para a mortalidade geral para o estado (TVAM = -0,22%; IC95% = -1,12 – 0,69), para a mortalidade específica por causas externas (TVAM = -3,14%; IC95% = -4,75 – -1,49) e para a mortalidade por intoxicação medicamentosa acidental (TVAM = +9,76%, IC95% = -12,16 – 37,14). A autointoxicação medicamentosa intencional foi a que mais cresceu no período (TVAM = +10,64%, IC95% = 6,92 – 14,49), assim como a mortalidade entre os mais jovens (maior magnitude). A tendência observada para a mortalidade por intoxicação medicamentosa no estado de São Paulo, a relevância da componente intencional e da mortalidade entre as faixas etárias mais jovens ressaltam a necessidade de implementação de medidas de controle.
Keywords Mortality
Intoxication
Drugs
Mortalidade
Intoxicação
Medicamentos
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Rio De Janeiro
Language English
Portuguese
Sponsor CAPES
Date 2017
Published in Ciencia & Saude Coletiva. Rio De Janeiro, v. 22, n. 10, p. 3381-3391, 2017.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, impact factor)
Publisher Abrasco
Extent 3381-3391
Origin http://dx.doi.org/10.1590/1413-812320172210.12782017
Access rights Open access Open Access
Type Article
Web of Science ID WOS:000413653300023
SciELO ID S1413-81232017021003381 (statistics in SciELO)
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/57263

Show full item record




File

Name: S1413-81232017021003381-en.pdf
Size: 672.9Kb
Format: PDF
Description:
Open file
Name: S1413-81232017021003381-pt.pdf
Size: 687.5Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account