Transplante de células-tronco hematopoéticas e leucemia mieloide aguda: diretrizes brasileiras

Transplante de células-tronco hematopoéticas e leucemia mieloide aguda: diretrizes brasileiras

Título alternativo Hematopoietic stem cells transplantation and acute myeloid leukemia: Brazilian guidelines
Autor Silla, Lucia Mariano R. Google Scholar
Dulley, Frederico Google Scholar
Saboya, Rosaura Google Scholar
Paton, Eduardo Google Scholar
Kerbauy, Fábio Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Arantes, Adriano de Moraes Autor UNIFESP Google Scholar
Hamerschlak, Nelson Google Scholar
Instituição Hospital de Clínicas de Porto Alegre Serviço de Hematologia e Transplante de Medula Óssea
Universidade de São Paulo (USP)
Hospital de Câncer de Barret Hemonúcleo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Associação de Combate ao Câncer em Goiás Hospital Araújo Jorge Serviço de Transplante de Medula Óssea
Hospital Israelita Albert Einstein Programa de Hematologia e Transplante de Medula Óssea
Resumo The objective of this work was to define guidelines for the indication of hematopoietic stem cells transplantation (HSCT) in the treatment of acute myeloid leukemia (AML) in Brazil. The role of HSCT in the treatment of AML was discussed by the authors and presented to the Brazilian Society of Bone Marrow Transplantation in a meeting to formulate and ratify the Brazilian Guidelines on HSCT. This consensus was based on a review of international publications and on the Brazilian experience in HSCT for the treatment of AML. The optimal treatment for AML in first complete remission (1CR) has not been defined yet. There is consensus on the indication of allogeneic HSCT with myeloablative conditioning for patients who present high risk cytogenetic changes. Allogeneic HSCT is not indicated for low cytogenetic risk 1RC patients and, apparently, allogeneic and autologous HSCT and consolidation chemotherapy are similar for intermediate risk patients.

O objetivo deste trabalho foi definir diretrizes para a indicação do transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH) no tratamento da leucemia mieloide aguda (LMA) no Brasil. O papel do TCTH no tratamento da LMA foi discutido pelosautores e apresentado para a Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea na reunião sobre Diretrizes Brasileiras para o TCTH, que o ratificou. Este consenso foi baseado na revisão da literatura internacional e na experiência brasileira em TCTH para o tratamento da LMA. O tratamento ideal para leucemia mieloide aguda em primeira remissão completa (1RC) ainda não está definido. Há consenso na indicação do TCTH alogênico, com condicionamento mieloablativo, para pacientes que apresentem alterações citogenéticas consideradas de alto risco. O TCTH alogênico não está indicado na 1RC para pacientes de baixo risco citogenético e, aparentemente, o TCTH alogênico, autólogo ou a quimioterapia de consolidação são equivalentes para os pacientes de risco intermediário.
Palavra-chave Hematopoietic stem cell transplantation
bone marrow
acute myeloid leukemia
Transplante de célula-tronco hematopoética
medula óssea
leucemia mieloide aguda
Idioma Português
Data de publicação 2010-05-01
Publicado em Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular, v. 32, p. 61-65, 2010.
ISSN 1516-8484 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular
Extensão 61-65
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842010005000024
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-84842010000700011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5717

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-84842010000700011.pdf
Tamanho: 553.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta