In vivo anti-angiogenic effects further support the promise of the antineoplasic activity of methyl jasmonate

In vivo anti-angiogenic effects further support the promise of the antineoplasic activity of methyl jasmonate

Título alternativo Efeitos antiangiogênicos in vivo convalidam a atividade antineoplásica potencial do metiljasmonato
Autor Pereira Lopes, Jef. Google Scholar
Barbosa, Mr. Google Scholar
Stella, Cn. Google Scholar
Santos, Wa. Google Scholar
Pereira, Em. Google Scholar
Nogueira-neto, J. Google Scholar
Augusto, Em. Google Scholar
Silva, Lv. Google Scholar
Smaili, Soraya Soubhi Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, Lf. Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Molecular plant components have long been aimed at the angiogenesis and anti-angiogenesis pathways, and have been tested as sources for antineoplasic drugs with promising success. The present work deals with the anti-angiogenic effects of Methyl Jasmonate. Jasmonate derivatives were demonstrated to selectively damage the mitochondria of cancer cells. In vitro, 1-10 mM Methyl Jasmonate induced the cell death of the human umbilical vein endothelial cells (HUVEC) and the Murine melanoma cells (B16F10), while micromolar concentrations were ineffective. In vivo, comparable concentrations were toxic and reduced the vessel density of the Chorioallantoic Membrane of the Chicken Embryo (CAM). However, 1-10 µM concentrations produced a complex effect. There was increased capillary budding, but the new vessels were leakier and less organised than corresponding controls. It is suggested that not only direct toxicity, but also the drug effects upon angiogenesis are relevant to the antineoplasic effects of Methyl Jasmonate.

Moléculas de origem vegetal são, há muito, conhecidas como substâncias ativas sobre as vias de angiogênese e antiangiogênese e foram testadas como fonte de drogas antineoplásicas com sucesso promissor. Este trabalho trata dos efeitos antiangiogênicos do Metiljasmonato, um protótipo da família dos derivados do ácido jasmônico, que danificam seletivamente a mitocôndria de células neoplásicas. In vitro, metiljasmonato 1-10 mM promoveu a morte celular de células endoteliais humanas de cordão umbilical (HUVEC) e de melanoma murino (B16F10); concentrações micromolares foram inócuas. In vivo, concentrações equivalentes foram tóxicas e reduziram a densidade de vasos em membranas corioalantoicas de embrião de galinha (CAM). Entretanto, concentrações entre 1-10 µM produziram um efeito complexo. Ocorreu aumento no brotamento capilar, mas os novos vasos apresentaram-se frágeis e menos organizados que os controles correspondentes. Sugere-se que, além da toxicidade direta contra as células tumorais, a ação do metiljasmonato sobre a angiogênese seja relevante para seu efeito antineoplásico.
Palavra-chave methyl jasmonate
antiangiogenesis
CAM model
endothelial cell culture
HUVEC
metiljasmonato
antiangiogênese
modelo da CAM
cultura de células endoteliais
HUVEC
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
FUNAMA
Número do financiamento FAPESP: 07/57728-5
Data de publicação 2010-05-01
Publicado em Brazilian Journal of Biology. Instituto Internacional de Ecologia, v. 70, n. 2, p. 443-449, 2010.
ISSN 1519-6984 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Instituto Internacional de Ecologia
Extensão 443-449
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842010000200029
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000278541700029
SciELO S1519-69842010000200029 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5711

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1519-69842010000200029.pdf
Tamanho: 787.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta