Alterações da hemostasia em crianças submetidas a cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea

Alterações da hemostasia em crianças submetidas a cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea

Título alternativo Hemostatic changes in children undergoing heart surgery with cardiopulmonary bypass
Autor Silveira, Fernanda Maria Rebouças da Costa Autor UNIFESP Google Scholar
Lourenco, Dayse Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Maluf, Miguel Angel Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Werther Brunow de Autor UNIFESP Google Scholar
Buffolo, Enio Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Antonio Carlos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: We evaluated hemostasic changes in children undergoing open heart surgery with cardiopulmonary bypass (CPB). METHODS: We studied 17 children before, during surgery, in the immediate, first and between the 4th and 7th postoperative days, measuring hematocrit, prothrombin time, activated partial thromboplastin time, fibrinogen, platelet count, factor V and euglobulin lysis time. Children were divided in those with and without excessive bleeding in the postoperative period. RESULTS: We observed significant prolongation of prothrombin time and activated partial thromboplastin time, reduction of fibrinogen and factor V, and shortening of euglobulin lysis time. Six (35%) children bled excessively. Platelet count reduction was greater in the intra operative period in these cases and the duration of CPB was longer in this group. CONCLUSION: Changes in hemostasis during open heart surgery are due to coagulation cascade disorders as well as fibrinolysis. The incidence of excessive bleeding is higher in the pediatric group. Prolonged CPB time and greater reduction in platelet count differentiated both groups.

OBJETIVO: Avaliar as alterações de hemostasia encontradas em crianças submetidas a cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea (CEC). MÉTODOS: Estudamos 17 crianças no pré e pós-operatório (PO) imediato, no 1° PO e entre o 4º e 7º PO, analisando o hematócrito, tempo de protrombina (TP), tempo de tromboplastina parcial ativado, fibrinogênio, contagem de plaquetas, fator V e tempo de lise de euglobulina (TLE). Os pacientes foram divididos em grupos com e sem sangramento excessivo no PO. RESULTADOS: Houve alterações significantes no intra-operatório com aumento do TP e tempo de tromboplastina parcial ativado e redução do fibrinogênio, fator V e do TLE. Seis (35%) crianças sangraram excessivamente. A contagem de plaquetas foi significantemente menor no intra-operatório; neste grupo o tempo de CEC foi maior. CONCLUSÃO: Alterações de hemostasia no intra e PO ocorrem como conseqüência da ativação da cascata de coagulação e fibrinólise. A incidência de sangramento excessivo é alta nesta faixa etária. Os grupos com e sem sangramento excessivo diferenciaram-se pelo maior tempo de CEC e contagem reduzida de plaquetas.
Palavra-chave hemostasis
heart surgery
cardiopulmonary bypass
hemostasia
cirurgia cardíaca
circulação extracorpórea
Idioma Português
Data de publicação 1998-01-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC, v. 70, n. 1, p. 29-35, 1998.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Extensão 29-35
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X1998000100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0066-782X1998000100007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/570

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0066-782X1998000100007.pdf
Tamanho: 102.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta