Prevalence of sleep disorders in children of a public hospital in São Paulo

Prevalence of sleep disorders in children of a public hospital in São Paulo

Título alternativo Prevalência de distúrbios do sono em crianças de um hospital público em São Paulo
Autor Potasz, Clarisse Autor UNIFESP Google Scholar
Juliano, Maria Ligia Autor UNIFESP Google Scholar
Varela, Maria José Autor UNIFESP Google Scholar
Ferraz, Patrícia Gouveia Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Luciane Bizari Coin de Autor UNIFESP Google Scholar
Prado, Lucila Bizari Fernandes do Autor UNIFESP Google Scholar
Prado, Gilmar Fernandes do Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To investigate the prevalence of sleep disorders in a sample of children from a public hospital in the city of São Paulo, Brazil. METHOD: 330 children, who came to the clinical laboratory, were consecutively investigated for sleep disorders, using the sleep disturbance scale for children. Gender, age, and social/economical classification were considered. RESULTS: Sleep disordered breathing (SDB) showed higher prevalence in our sample (55%) than in data found in the literature. Prevalence of sleep hyperhydrosis (SHY) was 27% considering the whole sample. Boys and children in age range 7.1 to 11 years old showed higher prevalence for SDB as well as children belonging to lower social/economic classifications who were also more prevalent for disorders in the transition of sleep-wakefulness. CONCLUSION: Sleep disorders were highly prevailing in our study, mostly SDB and SHY which were exceedingly more prevalent in boys in relation to international literature.

OBJETIVO: Investigar a prevalência de distúrbios do sono numa amostra de crianças de um hospital público da cidade de São Paulo, Brasil. MÉTODO: 330 crianças que compareceram ao laboratório clínico foram consecutivamente investigadas para a presença de distúrbios do sono, usando-se a Escala de Distúrbios do Sono para crianças. Foram consideradas variáveis como sexo, idade e classificação sócio econômica. RESULTADOS: Os distúrbios respiratórios do sono (DRS) mostraram alta prevalência (55%) em nossa amostra em relação aos dados encontrados na literatura. A prevalência de hiper hidrose do sono (HHS) foi de 27%. Meninos e crianças da faixa etária compreendida entre 7,1 e 11 anos apresentaram prevalências mais altas para distúrbios respiratórios do sono assim como crianças pertencentes às classificações sócio econômicas mais baixas, que também foram mais prevalentes para desordens da transição sono-vigília. CONCLUSÃO: Os distúrbios do sono foram altamente presentes em nosso estudo, principalmente DRS e HHS, que foram mais prevalentes nos meninos, comparados com a literatura internacional.
Palavra-chave children
sleep disorders
crianças
distúrbios do sono
Idioma Inglês
Data de publicação 2010-04-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 68, n. 2, p. 235-241, 2010.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 235-241
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2010000200016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2010000200016 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5693

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2010000200016.pdf
Tamanho: 247.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta