Qualidade de vida e transtornos alimentares: uma revisão sistemática

Qualidade de vida e transtornos alimentares: uma revisão sistemática

Título alternativo Quality of life and eating disorders: a systematic review
Autor Tirico, Patricia Passarelli Autor UNIFESP Google Scholar
Stefano, Sérgio Carlos Autor UNIFESP Google Scholar
Blay, Sergio Luis Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This article provides a systematic review of articles on quality of life (QoL) among individuals with eating disorders. A literature search was conducted using six databases. Manual searches were also performed in two specialized journals, covering the period from January 1975 to June 2008. The search strategies identified a total of 29,537 articles. Forty-one studies met the inclusion criteria, and 36 were analyzed in the present review. Patients with eating disorders showed reduced QoL as compared to normal controls and individuals with other psychiatric disorders. The mental health component of QoL showed greater impairment than the physical component. Patients with binge eating disorders showed reduced physical and psychological QoL. We identified few studies on QoL in bulimia nervosa-only patients. QoL assessment of anorexia nervosa patients showed a modest impact on the physical domain. However, this finding should be interpreted with caution, since it may be due to an artifact in the disorder's psychopathology rather than better health status per se.

O objetivo foi fazer uma revisão sistemática dos estudos que avaliam qualidade de vida em pessoas com transtornos alimentares. Foram realizadas buscas bibliográficas em seis bases de dados e buscas manuais em duas revistas, abrangendo o período de janeiro de 1975 até junho de 2008. As estratégias de busca forneceram um total de 29.537 referências. Quarenta e um estudos preencheram os critérios de inclusão desta revisão e 36 foram analisados no presente trabalho. De modo geral, os estudos revelam prejuízos na qualidade de vida de pacientes com transtornos alimentares quando comparados a grupos normais ou outras patologias psiquiátricas. O aspecto mental da qualidade de vida mostra-se mais prejudicado. A avaliação da qualidade de vida em sujeitos com transtorno da compulsão alimentar periódica revela prejuízos nos aspectos físico e mental da qualidade de vida. Há pouca evidência e discussão para indivíduos com bulimia nervosa isoladamente. Em sujeitos com anorexia nervosa, a avaliação requer cautela, já que o aparente menor impacto físico pode ser reflexo da psicopatologia específica deste transtorno e não do funcionamento saudável.
Palavra-chave Eating Disorders
Quality of Life
Review
Transtornos de Alimentação
Qualidade de Vida
Revisão
Idioma Português
Data de publicação 2010-03-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 26, n. 3, p. 431-449, 2010.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 431-449
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000300002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000277561100002
SciELO S0102-311X2010000300002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5664

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-311X2010000300002.pdf
Tamanho: 151.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta