Body mass index percentiles in adolescents of the city of São Paulo, Brazil, and their comparison with international parameters

Body mass index percentiles in adolescents of the city of São Paulo, Brazil, and their comparison with international parameters

Título alternativo Percentis do índice de massa corporal de adolescentes na cidade de São Paulo, Brasil, e sua comparação com parâmetros internacionais
Autor Passos, Maria Aparecida Zanetti Autor UNIFESP Google Scholar
Cintra, Isa de Pádua Autor UNIFESP Google Scholar
Branco, Lúcia Maria Google Scholar
Machado, Helymar da Costa Google Scholar
Fisberg, Mauro Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Centro Paula Souza Escola Técnica Estadual (ETEC) Getúlio Vargas
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Resumo OBJECTIVE: To describe the percentile distribution of body mass index (BMI) in school adolescents, by gender and age, comparing them with international parameters. SUBJECTS AND METHODS: The study included 8,020 adolescents aged 10-15 years from 43 schools in the city of São Paulo, southeastern Brazil. BMI values of the study sample were distributed in percentiles and compared to international parameters (CDC, Must and cols. and Cole and cols.). RESULTS: Both male and female adolescents aged 10 to 14 years showed BMI cut-offs over the international parameters, especially in the P50-P85 percentile range. At the age of 15, the observed values were very similar to reference data; however, BMI values in the 95th percentile were much higher than international parameters. CONCLUSIONS: The study results show how important it is to use adequate BMI values for Brazilian adolescents aged 10-15 since international parameters may not reflect the actual nutritional status of this group.

OBJETIVO: Distribuição do índice de massa corporal (IMC) em percentis dos adolescentes escolares, divididos por sexo e idade, comparando-os com os parâmetros internacionais. SUJEITOS E MÉTODOS: Participaram do estudo 8.020 adolescentes de 10 a 15 anos de 43 escolas da cidade de São Paulo. Os valores do IMC dessa população foram distribuídos em percentis e comparados com os parâmetros internacionais (CDC, Must e Cole). RESULTADOS: Os adolescentes dos 10 aos 14 anos de idade, do sexo masculino e feminino, apresentaram pontos de corte do IMC acima dos internacionais, especialmente no intervalo P50-85. Aos 15 anos de idade, os valores observados foram muito semelhantes, no entanto, o IMC no valor do percentil 95 foi muito mais elevado do que os parâmetros internacionais. CONCLUSÕES: Os resultados deste estudo demonstram a importância de utilizar valores adequados para adolescentes brasileiros de 10 a 15 anos, uma vez que os parâmetros internacionais podem não refletir a real condição do estado nutricional dessa população.
Palavra-chave Body mass index
obesity
adolescent
anthropometric
Índice de massa corporal
obesidade
adolescente
antropometria
Idioma Inglês
Data de publicação 2010-03-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 54, n. 3, p. 295-302, 2010.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 295-302
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000300008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302010000300008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5650

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302010000300008.pdf
Tamanho: 620.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta