Physical approach for prevention and treatment of osteoporosis

Physical approach for prevention and treatment of osteoporosis

Título alternativo Abordagem física para prevenção e tratamento de osteoporose
Autor Lirani-Galvão, Ana Paula Rebucci Autor UNIFESP Google Scholar
Lazaretti-Castro, Marise Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Osteoporosis and its consequent fractures are a major problem in public health. To complement the conventional pharmacological treatment for this metabolic disease, non-pharmacological treatment options have been developed in the last decades. Several studies demonstrate that physical exercise programs including impact exercises, specific strength training, balance and coordination training may maintain or increase spine and hip bone mineral density as well as decrease the frequency of falls among osteoporotic and osteopenic patients. Furthermore, some physical agents such as vibratory platforms, low intensity electrical stimulation, laser therapy and ultrasound show positive effects on osteoporotic tissue as well. Consequently, while planning treatment for an osteoporotic patient, non-pharmacological management options should be considered and integrated to the conventional treatment in order to maximize its effects and improve the quality of life of these patients.

A osteoporose e suas consequentes fraturas são um grande problema de saúde pública. Para complementar o tratamento farmacológico convencional para essa doença metabólica, opções não farmacológicas de tratamento têm sido desenvolvidas nas últimas décadas. Vários estudos demonstram que programas de exercício físico que incluem exercícios de impacto, treino de força específico, equilíbrio e coordenação podem manter ou aumentar a densidade mineral óssea de quadril e coluna, bem como reduzir a frequência de quedas em pacientes osteopênicos e osteoporóticos. Além disso, alguns agentes físicos, como plataformas vibratórias, estimulação elétrica de baixa intensidade, laser e ultrassom, causam efeitos positivos no tecido osteoporótico. Consequentemente, ao se planejar o tratamento para um paciente osteoporótico, opções não farmacológicas devem ser consideradas e integradas ao tratamento convencional com o objetivo de maximizar seus efeitos e melhorar a qualidade de vida desses pacientes.
Palavra-chave Physical exercise
osteoporosis
physical agents
bone density
strength training
impact exercise
Exercício físico
osteoporose
agentes físicos
densidade óssea
treino de força
exercícios de impacto
Idioma Inglês
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2010-03-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 54, n. 2, p. 171-178, 2010.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 171-178
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000200013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000277526000013
SciELO S0004-27302010000200013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5642

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302010000200013.pdf
Tamanho: 431.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta