Educação médica continuada online: potencial e desafios no cenário brasileiro

Educação médica continuada online: potencial e desafios no cenário brasileiro

Título alternativo Online continuing medical education: potential and challenges in the Brazilian context
Autor Leite, Maria Teresa Meirelles Autor UNIFESP Google Scholar
Carlini, Alda Luiza Google Scholar
Ramos, Monica Parente Autor UNIFESP Google Scholar
Sigulem, Daniel Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Resumo With the intense production and publication of scientific information, it has become difficult for medical professionals to keep up-to-date using only the traditional resources. It is urgent to be come familiar with and participate in continuing training processes. Among other initiatives, the Brazilian Medical Association and the National Medical Board launched the National Program for Online Continuing Medical Education, seeking to disseminate the knowledge produced in large cities to profes sionals in the more remote areas of the country or those with less available time. Based on the assumption that the Knowledge Society requires initial and on-going training for professionals and citizens with a new set of skills to act efficiently and responsibly, these programs should be developed through pedagogical approaches that effectively value, beyond content delivery, a willingness to engage in research, autonomy in the search for information, collaborative spirit, and an ethical stance. To contribute to this discussion, the current article aims to resume the process of formal organization of online continuing medical education in Brazil in didactic and pedagogical terms and to analyze the perspectives of distance education programs.

Com a intensa produção e veiculação de informações científicas, tornou-se difícil para o profissional médico manter-se atualizado com os recursos habituais. A necessidade de conhecer e de participar de processos de formação continuada se impõe. Entre outras iniciativas, a Associação Médica Brasileira e o Conselho Federal de Medicina lançaram o Programa Nacional de Educação Continuada a Distância para médicos, buscando divulgar o conhecimento produzido nos grandes centros para profissionais de áreas mais remotas ou com reduzida disponibilidade de tempo. Tendo como pressu posto que a Sociedade do Conhecimento requer a formação inicial e continuada de profissionais e de cidadãos com um novo conjunto de competências para atuar com eficiência e responsabilidade, esses programas devem ser desenvolvidos com base em abordagens pedagógicas que efetivamente valorizem, além dos conteúdos de ensino, a disposição para a pesquisa, a autonomia na busca da informação, o espírito colaborativo e a postura ética, entre outras. No intuito de contribuir para essa reflexão, este texto tem por objetivos retomar o processo de formalização da educação médica continuada a distância no Brasil em termos didático-pedagógicos e analisar perspectivas dessas ações educativas.
Palavra-chave Education, Distance
Education, Medical, Continuing
Education, Medical
Educação a Distância
Educação Médica Continuada
Educação Médica
Idioma Português
Data de publicação 2010-03-01
Publicado em Revista Brasileira de Educação Médica. Associação Brasileira de Educação Médica, v. 34, n. 1, p. 141-149, 2010.
ISSN 0100-5502 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Educação Médica
Extensão 141-149
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022010000100017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-55022010000100017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5640

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-55022010000100017.pdf
Tamanho: 528.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta