Colegiados de gestão em serviços de saúde: um estudo empírico

Colegiados de gestão em serviços de saúde: um estudo empírico

Título alternativo Management committees in health services: an empirical study
Autor Cecilio, Luiz Carlos de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The aim of the article, based on field data collected from a continuing education program for primary health clinic administrators, was to analyze the functioning of a health service management strategy called management committees. Different meanings and operational modalities emerged in the committees. Various antimonies appeared in the way the committees operate (autonomy versus heteronomy, reproduction of instituted versus instituting processes, and communicative versus instrumental reasoning), thus reflecting the level of complexity in this management mechanism. Healthcare provision per se by the clinics only appeared occasionally on the committees' agenda, which mainly focused on administrative issues. The article suggests that further research is needed on the coordinator's involvement in the field of forces constituting the management committee, besides developing pedagogical strategies to support the clinic coordinators and health teams in building the committees. The primary data were submitted to an epistemological discussion anchored in the idea of double hermeneutics, multiple validation of research results, and the relationship between theory and practice.

O artigo teve como objetivo analisar, com base em material empírico coletado em programa de educação permanente de coordenadores de unidades básicas de saúde, o funcionamento de colegiados de gestão. É possível caracterizar uma marcada polissemia nos sentidos e modos de operação dos colegiados. Antinomias estão presentes em sua operacionalização (autonomia/heteronomia, reprodução do instituído/processos instituintes, razão comunicativa/razão instrumental), o que dá a dimensão da complexidade do dispositivo de gestão analisado. A gestão do cuidado apenas pontualmente entra na pauta do colegiado gestor, ocupado principalmente com questões administrativas. Sugere-se que a implicação do coordenador no campo de forças que constitui o colegiado seja objeto de análise, bem como sejam desenvolvidas estratégias pedagógicas que apóiem os coordenadores e as equipes na construção dos colegiados. O material empírico foi submetido a uma discussão epistemológica ancorada na idéia da dupla hermenêutica, na múltipla validação dos resultados da pesquisa e na relação entre teoria e prática.
Palavra-chave Health Management
Health Centers
Strategies
Gestão em Saúde
Centros de Saúde
Estratégias
Idioma Português
Data de publicação 2010-03-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 26, n. 3, p. 557-566, 2010.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 557-566
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2010000300013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000277561100013
SciELO S0102-311X2010000300013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5625

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-311X2010000300013.pdf
Tamanho: 95.62KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta