Características clínico-evolutivas de 134 pacientes com histoplasmose disseminada associada a SIDA no Estado do Ceará

Características clínico-evolutivas de 134 pacientes com histoplasmose disseminada associada a SIDA no Estado do Ceará

Título alternativo Clinical and evolutionary characteristics of 134 patients with disseminated histoplasmosis associated with AIDS in the State of Ceará
Autor Pontes, Lícia Borges Google Scholar
Leitão, Terezinha do Menino Jesus Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Gabrielle Gurgel Google Scholar
Gerhard, Emília Santiago Google Scholar
Fernandes, Thyago Araújo Google Scholar
Instituição Universidade Federal do Ceará Hospital São José de Doenças Infecciosas Departamento de Infectologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do Ceará Departamento de Medicina
Resumo INTRODUCTION: Since the beginning of the HIV epidemic in Ceará, disseminated histoplasmosis (DH) has often been detected among AIDS patients. METHODS: In order to investigate the clinical and laboratory characteristics, evolution and survival of cases of DH/AIDS coinfection, the medical records on 134 cases of DH admitted to a reference hospital in Ceará between 1999 and 2005 were analyzed. RESULTS: Patients with DH presented higher frequency of daily fever, coughing, weight loss, enlarged liver and spleen and acute kidney failure. The diagnosis was made using investigation and/or cultures. At admission, the following were risk factors for death among DH patients: vomiting, dyspnea, respiratory failure, acute kidney failure, hemoglobin < 8g/l, urea > 40mg/dl and creatinine >1.5 mg/dl. CONCLUSIONS: Patients with DH characteristically presented higher fever, previous hospitalization due to respiratory infection and more clinical complications. Significant anemia and elevated urea were independent risk factors for death among DH patients.

INTRODUÇÃO: Desde o início da epidemia de HIV no Ceará, histoplasmose disseminada tem sido detectada com frequência em pacientes com aids. MÉTODOS: De modo a conhecer características clínico-laboratoriais, evolução e sobrevida da co-infecção HD/AIDS, analisou-se retrospectivamente 134 prontuários casos de HD internados de 1999 a 2005 no hospital referência para HIV no Ceará. RESULTADOS: Pacientes com HD apresentaram maior frequência de febre diária, tosse, perda de peso, hepatoesplenomegalia e insuficiência renal aguda. Diagnóstico foi dado por pesquisa e/ou cultura. À admissão, foram fatores de risco relacionados ao óbito de pacientes com HD: vômitos, dispnéia, insuficiência respiratória e IRA, hemoglobina<8g/L, uréia>40mg/dL e creatinina >1,5mg/dL. CONCLUSÕES: pacientes com HD apresentaram caracteristicamente febre mais elevada, internamentos anteriores por infecção respiratória, mais complicações clínicas e como fatores independentes para óbito, anemia importante e elevação de uréia.
Palavra-chave Disseminated histoplasmosis
AIDS
Ceará
Opportunistic disease
Histoplasmose disseminada
AIDS
Ceará
Doença oportunista
Idioma Português
Data de publicação 2010-02-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT, v. 43, n. 1, p. 27-31, 2010.
ISSN 0037-8682 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Extensão 27-31
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822010000100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0037-86822010000100007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5609

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0037-86822010000100007.pdf
Tamanho: 162.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta