Gênese do solos com horizontes escurecidos no entorno de lagoas salinas desmatadas, Pantanal da Nhecolândia (MS)

Gênese do solos com horizontes escurecidos no entorno de lagoas salinas desmatadas, Pantanal da Nhecolândia (MS)

Author Bonomo, Bruna Castanho Mambre Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Furquim, Sheila Aparecida Correia Autor UNIFESP Google Scholar
Graduate program Análise Ambiental Integrada
Abstract A sub-região da Nhecolândia, localizada na porção centro-sul do Pantanal, é caracterizada pela presença de lagoas salinas circundadas por solos halomórficos (com elevadas concentrações de sais solúveis, sódio ou ambos). Os solos nos arredores dessas lagoas apresentam um padrão morfológico que vem se alterando com a retirada da vegetação de cordilheira que as circundam, com o surgimento de um horizonte escurecido sobre um horizonte esverdeado e pouco permeável, próximo ao fundo da depressão que abriga a lagoa salina. Nesse estudo, foram analisadas morfológica, física e quimicamente os solos de três lagoas salinas parcialmente desmatadas, a fim de entender os processos relacionados a gênese dos solos associados às estas lagoas salinas. O trabalho baseou-se na hipótese de que, com o desmatamento do complexo cordilheira-lagoa salina, há a migração da matéria orgânica (MO) em subsuperfície e seu acúmulo sobre horizontes menos permeáveis, sendo este o processo responsável pelo surgimento dos horizontes escurecidos. Para tal, foi realizado o levantamento de solos em campo, análises granulométricas e químicas de rotina. Para quantificação da matéria orgânica, foi realizada a análise do carbono orgânico e suas frações (ácidos húmicos, fúlvicos e humina). A partir dos resultados analíticos, mostrou-se que o horizonte escurecido apresentava pequenas quantidades de MO, dominada principalmente por ácidos húmicos, sendo tais quantidades não suficientes para promover o completo escurecimento do solo. Desta forma, partiu-se para novos procedimentos de investigação, especialmente Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) acoplada a microssonda (EDS) e Espectrometria de Emissão Óptica com Plasma (ICP-OES), procurando-se descobrir as quantidades de manganês (Mn) nos solos, um outro elemento químico responsável pelas colorações escuras. Com os dados obtidos confirmou-se que a morfologia das salinas desmatadas é bastante semelhante, onde há a presença de horizontes arenosos, horizontes escurecidos e horizontes esverdeados, sendo essa morfologia diferente do padrão encontrado nas salinas preservadas. A quantidade de MO encontrada foi pequena e há altas quantidades de Mn total nos horizontes escurecidos, revelando que, juntamente com a MO, a dinâmica do Mn na área está contribuindo para a gênese do horizonte escurecido. Mesmo em baixas quantidades, a matéria orgânica é capaz de complexar quase que totalmente o Mn que estiver disponível e, assim, formar zonas ou horizontes escurecidos.

The Nhecolândia sub-region, located in the central Pantanal region, is characterized by the presence of saline lake surrounded by halomorphic soils (with high concentrations of soluble salts, sodium or both). The soils around these lakes have a morphological pattern that is changing due to the deforestation of mountain vegetation that surrounds the lakes, with the appearance of a darkened horizon above a greenish and poorly permeable horizon, near the bottom of the depression that shelters the saline lake. In this study, the soils of three partially deforested saline lakes were morphological, physical and chemically analyzed, aiming to understand the processes related to the genesis of soils associated to these saline lakes. The study was based on the hypothesis that the deforestation on the saline lake-mountain range complex leads to subsurface organic matter migration and its accumulation above poorly permeable horizons, and that is the reason to the formation of darkened horizons. For this, there were made field survey, particle size and chemical periodic soil analysis. To quantify the organic matter, an analysis of organic carbon and its fractions (humic, fulvic and humic acids) was made. Based on the analytical results, it is shown that the darkened horizon had low OM amount, mostly consisted by humic acids, not enough to cause the complete darkening of the soil. Thus, new research procedures were made, especially Scanning Electron Microscopy (SEM) coupled to microprobe (EDS) and Plasma Emission Optical Spectroscopy (ICP-OES), intending to find out the manganese (Mn) amount in the soils, another chemical element responsible for the dark colors. With the analytical results, it’s been confirmed that the deforested saline lakes’ morphology is very similar, with the presence of sandy horizons, darkened horizons and greenish horizons. This morphology is different from the one founded in the preserved saline lake. There were detected low amounts of OM and high amounts of total Mn in the darkened horizons, revealing that, along with OM, the Mn dynamics in the area is contributing to the genesis of the darkened horizon. Even at low amounts, the organic matter is able to complex almost all the available Mn and thus form darkened areas or horizons.
Keywords Pantanal da Nhecolândia
Desmatamento
Lagoas salinas
Matéria orgânica
Manganês
Deforestation
Saline lakes
Organic matter
Manganese
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Diadema
Language Portuguese
Sponsor Não recebi financiamento
Date 2019
Research area Avaliação, Prognóstico e Diagnóstico Ambiental
Knowledge area Análise Ambiental Integrada
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 125 f.
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/55931

Show full item record




File

Name: Dissertação - Bruna Castanho Mambre Bonomo (1).pdf
Size: 5.733Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account