A suplementação de L-carnitina não promove alterações na taxa metabólica de repouso e na utilização dos substratos energéticos em indivíduos ativos

Show simple item record

dc.contributor.author Coelho, Christianne De Faria
dc.contributor.author Mota, João Felipe [UNIFESP]
dc.contributor.author Ravagnani, Fabrício César De Paula
dc.contributor.author Burini, Roberto Carlos
dc.date.accessioned 2015-06-14T13:41:31Z
dc.date.available 2015-06-14T13:41:31Z
dc.date.issued 2010-02-01
dc.identifier http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000100007
dc.identifier.citation Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 54, n. 1, p. 37-44, 2010.
dc.identifier.issn 0004-2730
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5587
dc.description.abstract PURPOSE: To investigate the effects of L-carnitine supplementation, over thirty days, on the resting metabolic rate (RMR) and oxidation of free fatty acids (FFA) under rested or exercised conditions. SUBJECTS AND METHODS: Twenty-one overweight active volunteers (40 to 58 years old) were randomized into two groups: supplemented (GS; N = 11; 1,8 g/day of L-carnitine) or placebo (GP; N = 10; maltodextrin). Caloric intake, anthropometry, RMR, VO2max, respiratory exchange ratio and plasma FFA were measured. RESULTS: No significant changes were found in the caloric intake (-244,66 vs. -126,00 kcal/day), body composition (-0.07 vs. -0.17 kg/m²), RMR (0.06 vs. -0.02 kcal/day), respiratory exchange ratio at rest (3.69 vs. -1.01) and exercise (0.01 vs. -0.01) or VO2max (0.50 vs. 1.25 mL/kg/min) between GS and GP. Plasma FFA levels were increased under resting conditions only in the GP group (0.27), but no significant changes were observed before or after physical activity in any of the groups. CONCLUSION: Supplementation with L-carnitine caused no changes in the variables analyzed in this study. en
dc.description.abstract OBJETIVO: Avaliar o efeito da suplementação de L-carnitina, por 30 dias, sobre a taxa metabólica de repouso (TMR) e oxidação de ácidos graxos livres (AGL), em repouso e exercício. SUJEITOS E MÉTODOS: Vinte e um voluntários ativos (40 a 58 anos) com sobrepeso foram randomizados em dois grupos: suplementado (GS; N = 11; 1,8 g/dia de L-carnitina) e placebo (GP; N = 10; maltodextrina). Foi feita avaliação da ingestão calórica, antropometria, determinação da TMR, VO2máx, quociente respiratório e AGL plasmáticos. RESULTADOS: Não houve diferença significativa na ingestão (-244,66 vs. -126,00 kcal/dia), composição corporal (-0,07 vs. -0,17 kg/m²), TMR (0,06 vs. -0,02 kcal/ dia), quociente respiratório em repouso (3,69 vs. -1,01) e exercício (0,01 vs. -0,01) e VO2máx (0,50 vs. 1,25 mL/kg/min) para o grupo GS em relação ao GP. Houve aumento dos AGL em repouso no GP (0,27), porém sem diferenças no exercício para os grupos. CONCLUSÃO: Não houve efeito da L-carnitina em nenhuma das variáveis analisadas no estudo. pt
dc.format.extent 37-44
dc.language.iso por
dc.publisher Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
dc.relation.ispartof Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Exercise en
dc.subject supplementation en
dc.subject L-carnitine en
dc.subject body composition en
dc.subject free fatty acids en
dc.subject Exercício físico pt
dc.subject suplementação pt
dc.subject L-carnitina pt
dc.subject composição corporal pt
dc.subject ácidos graxos livres pt
dc.title A suplementação de L-carnitina não promove alterações na taxa metabólica de repouso e na utilização dos substratos energéticos em indivíduos ativos pt
dc.title.alternative The supplementation of L-carnitine does not promote alterations in the resting metabolic rate and in the use of energetic substrates in physically active individuals en
dc.type Artigo
dc.contributor.institution Universidade de São Paulo (USP)
dc.contributor.institution Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.contributor.institution Universidade São Francisco Departamento de Nutrição
dc.contributor.institution Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
dc.contributor.institution Universidade Católica Dom Bosco
dc.contributor.institution Universidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliation Universidade de São Paulo Programa de Pós-graduação em Nutrição Humana Aplicada
dc.description.affiliation Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal
dc.description.affiliation Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) Escola Paulista de Medicina Departamento de Fisiologia da Nutrição
dc.description.affiliation Universidade São Francisco Departamento de Nutrição
dc.description.affiliation Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
dc.description.affiliation Universidade Católica Dom Bosco
dc.description.affiliation Universidade Estadual Paulista Faculdade de Medicina de Botucatu Departamento de Saúde Pública
dc.description.affiliationUnifesp UNIFESP, EPM, Depto. de Fisiologia da Nutrição
dc.identifier.file S0004-27302010000100007.pdf
dc.identifier.scielo S0004-27302010000100007
dc.identifier.doi 10.1590/S0004-27302010000100007
dc.description.source SciELO



File

Name: S0004-27302010000100007.pdf
Size: 437.9Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account