Diarréia aguda grave associada à Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC): características clínicas e perdas fecais em lactentes hospitalizados

Diarréia aguda grave associada à Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC): características clínicas e perdas fecais em lactentes hospitalizados

Título alternativo Severe acute diarrhea associated to classic enteropathogenic by clinical features and fecal losses in hospitalized infants
Autor Oliva, C.a.g. Autor UNIFESP Google Scholar
Scaletsky, Isabel Cristina Affonso Autor UNIFESP Google Scholar
Morais, Mauro Batista de Autor UNIFESP Google Scholar
Fagundes Neto, U. Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Enteropathogenic Escherichia coli (EPEC) strains are the most prevalent enteropathogenic agents isolated in the stools of hospitalized infants with severe acute diarrhea in São Paulo. These microorganisms induce a severe intestinal secretion of fluids and electrolytes that can cause dehydration leading to hospital admission in the majority of the cases. OBJECTIVES. This investigation aims at the following objectives: 1) to study the clinical features of acute diarrhea in male infants who were hospitalized owing to EPEC infection; 2) to determine the fecal fluid losses, formula intake and variation of the body weight during the evolution of the disease. PATIENTS AND METHODS. Thirty eight male infants with acute diarrhea due to EPEC strains were studied. The clinical and epidemiological features of the patients were recorded and the different EPEC serogroups were identified. The infants were kept in a metabolic bed in order to allow the collection of stools and urine separately during the whole period of the disease, and daily metabolic balances were also obtained. The mean duration of the metabolic study was 5.8 days, and during this period of time 220 daily metabolic balances were accumulated and analyzed. RESULTS. The main clinical features of the studied group were as follows: age below 12 months; low birth weight; precocious weaning; severe protein-calorie malnutrition. EPEC O111 was the most frequent serogroup identified, present in 68.4% of the infants. The average daily fecal fluid losses were 66 ml/kg and the mean daily formula intake was 85.2 ml/kg. Cow's milk was the most precocious food utilized and the infants who received cow's milk feeding presented the largest stool losses in comparison with lactose free formulas and total parenteral nutrition. CONCLUSION. EPEC strains are able to induce moderate to severe fecal fluid losses in infants and the duration of diarrhea is usually below 15 days, although in several circumstances diarrhea can show a protracted evolution owing to food intolerance associated or not with intestinal secretion.

Escherichia coli enteropatogênica clássica (EPEC) tem sido o agente enteropatogênico mais freqüentemente isolado nas fezes de lactentes, de baixo nível socioeconômico, hospitalizados com diarréia aguda grave, na cidade de São Paulo. OBJETIVOS. 1) Analisar as características clínicas de lactentes do sexo masculino, hospitalizados com diarréia aguda grave associada à EPEC; 2) quantificar suas perdas fluidas fecais, ingestão de fórmulas alimentares e variações de peso corporal durante a evolução intra-hospitalar. CASUÍSTICA E MÉTODOS. Estudaram-se 38 lactentes do sexo masculino. Foram avaliadas as características clínicas e epidemiológicas dos pacientes e a freqüência dos diferentes sorogrupos de EPEC identificados. As crianças foram mantidas em cama metabólica, e balanços metabólicos diários foram obtidos durante toda a duração do quadro diarréico. Os lactentes permaneceram, em média, 5,8 dias em estudo metabólico. Duzentos e vinte balanços diários foram acumulados e analisados. RESULTADOS. O grupo estudado apresentou como principais características clínicas: idade inferior a 12 meses, peso insuficiente ao nascer; desmame precoce e formas graves de desnutrição protéico-calórica. O sorogrupo O111 foi o mais freqüentemente identificado (68,4%), sendo a idade dos pacientes com tal agente significativamente maior que a dos portadores do sorogrupo O55. A média dos volumes fecais diários foi de 66mL/kg/dia, havendo diferenças segundo dias de estudo. A média de ingestão diária de fórmulas alimentares foi de 85,2mL/kg/dia. Leite de vaca foi a dieta mais precocemente utilizada e as crianças que dela fizeram uso apresentaram volumes fecais maiores que os que receberam caseinato ou nutrição parenteral e incremento de peso corporal menor que os que utilizaram hidrolisado protéico ou NPT. CONCLUSÕES. Os sorogrupos de EPEC acarretaram perdas fluidas fecais de moderada e grave intensidade nos lactentes estudados. A duração da diarréia mostrou curso agudo (menor ou igual a 14 dias) na maioria das crianças estudadas, reafirmando a evolução potencialmente autolimitada da diarréia aguda. Sete (18,4%) pacientes, entretanto, desenvolveram quadro de diarréia persistente, indicando que tal evolução é esperada em uma parcela razoável de lactentes jovens hospitalizados com tal enfermidade. Os volumes médios de ingestão das fórmulas alimentares encontrados mostram o impacto da diarréia aguda na diminuição da ingestão alimentar. As médias observadas nas três diferentes fórmulas alimentares ficaram abaixo da ingestão calórica sugerida como padrão pela FAO/WHO (100cal/kg/dia). Não houve diferenças entre os volumes de aceitação segundo os tipos de fórmulas alimentares utilizadas.
Palavra-chave Acute diarrhea
Enteropathogenic Escherichia coli (EPEC)
Metabolic balance
Metabolic bed
Fecal fluid losses
Diarréia aguda
Escherichia coli enteropatogênica (EPEC)
Balanço metabólico
Cama metabólica
Perdas fluidas fecais
Idioma Português
Data de publicação 1997-12-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 43, n. 4, p. 283-289, 1997.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 283-289
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42301997000400003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42301997000400003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/558

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42301997000400003.pdf
Tamanho: 90.63KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta