Revisão sistemática para estudar a eficácia de terapia cognitivo-comportamental para crianças e adolescentes abusadas sexualmente com transtorno de estresse pós-traumático

Revisão sistemática para estudar a eficácia de terapia cognitivo-comportamental para crianças e adolescentes abusadas sexualmente com transtorno de estresse pós-traumático

Título alternativo A systematic review to study the efficacy of cognitive behavioral therapy for sexually abused children and adolescents with posttraumatic stress disorder
Autor Passarela, Cristiane de Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Mendes, Deise Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Mari, Jair de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: Posttraumatic stress disorder (PTSD), one of the possible consequences of sexual abuse of children and adolescents, may be found in about 40% to 50% of the cases. OBJECTIVES: Conduct a systematic review of studies investigating the use of cognitive behavioral therapy (CBT) for the treatment of sexually abused children and adolescents with PTSD. METHODS: A search for randomized clinical trials that evaluated PTSD in children and adolescents from 1980 to February 1, 2006 was conducted in the following databases: MedLine, EMBASE, LILACS, PsycLIT, PsycINFO, Cochrane Depression, Anxiety and Neurosis Group Database of Trials, Cochrane Controlled Trials Register, Science Citation Index (SciSearch), and PILOTS. References in all clinical trials selected were hand-searched. RESULTS: Of the 43 studies initially selected, only three met inclusion criteria. The following comparisons were found in the studies: CBT to treat child and family member versus no treatment (waiting list); CBT to treat only child, only parents, or both versus community care; and trauma-focused CBT versus child-centered therapy (CCT). Results for CBT treatment of PTSD were better than no treatment (waiting list) (p < 0.05), community care (p < 0.01) and CCT (p < 0.01). The comparison of child-only CBT and family CBT (parents or caretakers and children) did not reveal any significant differences in efficacy, and both showed significant improvement of symptoms. A meta-analysis was conducted to compare the efficacy of CBT (child-only and family) versus no treatment (waiting list and community care) in the remission of patients who completed treatment. Remission rates in treatment and control groups were 60% and 20%, and this difference in favor of CBT was statistically significant (RR = 0.51; 95%CI 0.29-0.88; p = 0.02). No controlled studies were found that compared CBT and pharmacotherapy. DISCUSSION: Treatment with CBT reduces PTSD symptoms in sexually abused children and adolescents, with no differences between therapy with only the victim or with the victim and a family member. No studies compared CBT and pharmacotherapy or the efficacy of combined treatments.

CONTEXTO: O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), uma das possíveis consequências de abuso sexual de crianças e adolescentes, pode ser encontrado em aproximadamente 40% a 50% dos casos. OBJETIVO: Conduzir uma revisão sistemática de estudos investigando o uso de terapia cognitivo-comportamental (TCC) para o tratamento de crianças e adolescentes abusadas sexualmente com TEPT. MÉTODOS: Uma pesquisa por ensaios clínicos randomizados que avaliaram TEPT em crianças e adolescentes de 1980 a 1º de fevereiro de 2006 foi conduzida nas seguintes bases de dados: MedLine, EMBASE, LILACS, PsycLIT, PsycINFO, Cochrane Depression, Anxiety and Neurosis Group Database of Trials, Cochrane Controlled Trials Register, Science Citation Index (SciSearch) e PILOTS. As referências em todos os ensaios clínicos foram localizadas manualmente. RESULTADOS: Dos 43 estudos inicialmente selecionados, apenas três preencheram critérios de inclusão. As seguintes comparações foram encontradas nos estudos: TCC para tratar a criança e membros da família versus não tratamento (lista de espera); TCC para tratar apenas a criança, apenas os pais ou ambos versus Community Care; e TCC focada no trauma versus terapia centrada na criança (CCT). Os resultados para tratamento de TEPT com TCC foram melhores do que não tratamento (lista de espera) (p < 0,05), Community Care (p < 0,01) e CCT (p < 0,01). A comparação de TCC voltada para a criança e TCC familiar (pais ou cuidadores e crianças) não apresentou diferenças significativas em eficácia e ambos apresentaram melhora significativa de sintomas. Uma metanálise foi conduzida para comparar a eficácia de TCC (criança apenas e família) versus não tratamento (Lista de Espera e Community Care) na remissão de pacientes que completaram o tratamento. As taxas de remissão nos grupos de tratamento e controle foram 60% e 20%, e essa diferença em favor da TCC foi estatisticamente significativa (RR = 0,51; 95%CI 0,29-0,88; p = 0,02). Não foram encontrados estudos controlados que compararam TCC e farmacoterapia. CONCLUSÕES: Tratamento com TCC reduz sintomas de TEPT em crianças e adolescentes abusados sexualmente, não havendo diferença entre terapia com somente com a vítima ou com a vítima e um membro da família. Não há estudos que compararam TCC e farmacoterapia ou a eficácia de tratamentos combinados.
Palavra-chave PTSD
sexual abuse
children
treatment
systematic review
TEPT
abuso sexual
crianças
tratamento
revisão sistemática
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2010-01-01
Publicado em PASSARELA, Cristiane de Medeiros; MENDES, Deise Daniela e MARI, Jair de Jesus. Revisão sistemática para estudar a eficácia de terapia cognitivo-comportamental para crianças e adolescentes abusadas sexualmente com transtorno de estresse pós-traumático. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2010, vol.37, n.2, pp.60-65
ISSN 0101-6083 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Extensão 60-65
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0101-60832010000200006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000278214200008
SciELO S0101-60832010000200006 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5534

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0101-60832010000200006.pdf
Tamanho: 136.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0101-60832010000200006-pt.pdf
Tamanho: 134.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta