Validade de construto da versão brasileira do Inventário Espectral de Externalização: evidências a partir de uma amostra de estudantes universitários

Validade de construto da versão brasileira do Inventário Espectral de Externalização: evidências a partir de uma amostra de estudantes universitários

Título alternativo Construct validity of the Brazilian version of the Externalizing Spectrum Inventory: evidence from a university student sample
Autor Carvalho, Hudson Wander de Autor UNIFESP Google Scholar
Patrick, Christopher John Google Scholar
Krueger, Roberto Frederick Google Scholar
Markon, Kristian Erik Google Scholar
Pinheiro, Ângela Maria Vieira Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Florida State University
University of Washington
University of Iowa
Universidade Federal de Minas Gerais
Resumo BACKGROUND: Externalizing is a dimension of individual differences that undergirds and unites aggressive and impulsive personality traits to psychopathological disorders related to substance use and antisocial behavior. OBJECTIVES: The present study aims to establish parameters of construct validity for the Brazilian version of the Externalizing Spectrum Inventory. METHOD: This is a psychometrical correlacional study design. Two classical techniques of construct representation were implemented: unweighted least squares exploratory factor analysis and internal consistency analysis. The sample consisted of 258 participants of both sexes, from different undergraduate majors in two public universities in the state of Minas Gerais. RESULTS: As expected in theoretical grounds, common factor analysis revealed a one second-order factor (externalizing dimension) with three subfactor structure (substance, antisocial and impulsivity/alienation dimensions). The alfa coefficients were very high, with indexes greater than 0,9 for the three subfactor as well as for the general factor. DISCUSSION: Taken together, results bring evidences of validity and reliability of the Brazilian version of the Externalizing Spectrum Inventory in regard to it applicability in university students.

CONTEXTO: Externalização é uma dimensão das diferenças individuais que dá substrato e unifica traços impulsivos e agressivos de personalidade a transtornos mentais relacionados ao uso de substância e à conduta antissocial. OBJETIVOS: O presente estudo objetivou apresentar indicadores de validade de construto da versão brasileira do Inventário Espectral de Externalização. MÉTODO: Trata-se de um estudo psicométrico de orientação correlacional. Foram utilizadas duas técnicas clássicas de representação de construto: análise exploratória de fatores comuns e análise de consistência interna. A amostra consistiu de 258 participantes de ambos os sexos, provenientes de diferentes cursos universitários de duas instituições públicas do estado de Minas Gerais. RESULTADOS: A análise fatorial resultou em um modelo de um fator de segunda ordem (Externalização) com três fatores de primeira ordem (dimensões de agressão, de uso de substância e de impulsividade/alienação). Os coeficientes alfa mostraram-se bastante elevados, com índices acima de 0,9 tanto para os três fatores de primeira ordem quanto para o fator geral. CONCLUSÃO: Combinados, os resultados trazem evidências de validade e de fidedignidade para a versão brasileira do Inventário Espectral de Externalização no que tange à sua aplicabilidade a estudantes universitários.
Palavra-chave Externalizing Spectrum Inventory
psychometrics
psychopathology
personality
Inventário Espectral de Externalização
psicometria
psicopatologia
personalidade
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2010-01-01
Publicado em CARVALHO, Hudson Wander de et al. Validade de construto da versão brasileira do Inventário Espectral de Externalização: evidências a partir de uma amostra de estudantes universitários. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2010, vol.37, n.5, pp.206-211
ISSN 0101-6083 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Extensão 206-211
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0101-60832010000500004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000283337900004
SciELO S0101-60832010000500004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5474

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0101-60832010000500004.pdf
Tamanho: 195.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta