O questionário SF-6D Brasil: modelos de construção e aplicações em economia da saúde

O questionário SF-6D Brasil: modelos de construção e aplicações em economia da saúde

Título alternativo The SF-6D Brazil: construction models and applications in health economics
Autor Campolina, Alessandro Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Bortoluzzo, Adriana Bruscato Google Scholar
Ferraz, Marcos Bosi Autor UNIFESP Google Scholar
Ciconelli, Rozana Mesquita Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto de Ensino e Pesquisa
Resumo OBJECTIVE: To compare the preference measurements of the SF-36, derived from two Brazilian versions of the questionnaire Short Form 6 Dimensions - Brazil (SF-6D Brazil). METHODS: Cross-sectional study. We applied the tools to assess quality of life: HAQ, SF-36, EQ-5D and SF-6D (version 1998 and 2002). Descriptive statistics and correlation coefficients were used for data analysis. RESULTS: We studied 200 patients with rheumatoid arthritis, with a mean age of 49.22 years, 11.16 years of disease and mean HAQ 1.02. Preferences measured by the two versions of the SF-6D and the EQ-5D showed significant correlations between each other, with Pearson coefficients ranging from 0.59 to 0.88 (p <0.01). CONCLUSION: The latest version of the SF-6D based on the model 2002 is presented as a valid measurement when compared to the originally validated questionnaire in Brazil and represents an option for assessing preferences for economic analyses conducted in this country.

OBJETIVO: Comparar as medidas de preferência derivadas do SF-36 a partir das duas versões brasileiras do questionário Short-Form 6 Dimensions - Brasil (SF-6D Brasil). MÉTODOS: Estudo observacional e transversal. Foram aplicados os instrumentos de avaliação de qualidade de vida: HAQ, SF-36, EQ-5D e SF-6D (versão de 1998 e 2002). Estatísticas descritivas e coeficientes de correlação foram usados para a análise dos dados. RESULTADOS: Foram avaliados 200 pacientes portadores de artrite reumatoide, com média de idade de 49,22 anos, tempo medido de doença de 11,16 anos e HAQ médio de 1,02. As preferências mensuradas pelas duas versões do SF-6D e pelo EQ-5D apresentaram correlações significativas entre si com coeficientes de Pearson variando de 0,59 a 0,88 (p<0,01). CONCLUSÃO: A versão mais atual do SF-6D, baseada no modelo de 2002, apresenta-se válida quando comparada com a versão inicialmente validada para o Brasil e representa uma opção de questionário para a avaliação de preferências em análises econômicas realizadas em nosso meio.
Palavra-chave Arthritis, rheumatoid
Quality of life
Quality-adjusted life years
Artrite reumatoide
Anos de vida ajustados por qualidade de vida
Qualidade de vida
Economia da Saúde
Idioma Português
Data de publicação 2010-01-01
Publicado em CAMPOLINA, Alessandro Gonçalves et al . O questionário SF-6D Brasil: modelos de construção e aplicações em economia da saúde. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo , v. 56, n. 4, p. 409-414, 2010
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 409-414
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302010000400012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000284409200009
SciELO S0104-42302010000400012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5471

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42302010000400012.pdf
Tamanho: 405.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0104-42302010000400012-pt.pdf
Tamanho: 443.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta