Potencial hidrogeniônico de soluções de cloridrato de dobutamina expostas a condições ambientais de unidades de cuidados intensivos neonatais

Potencial hidrogeniônico de soluções de cloridrato de dobutamina expostas a condições ambientais de unidades de cuidados intensivos neonatais

Título alternativo Hydrogen-ion potential of dobutamine hydrochloride solutions exposed to environmental conditions of neonatal intensive care units
Autor Reis, Lidiane Lopes Autor UNIFESP Google Scholar
Peterlini, Maria Angélica Sorgini Autor UNIFESP Google Scholar
Pedreira, Mavilde da Luz Gonçalves Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital Israelita Albert Einstein Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To verify the hydrogen-ion potential (pH) of dobutamine hydrochloride solutions under environmental conditions similar to those of neonatal intensive care units. METHODS: We analyzed the pH of the drug diluted in 5% dextrose in water or 0.9% NaCl under different conditions of temperature (22 and 37 °C) and light (dark, fluorescent light bulbs, and phototherapy equipment), using colorless and amber intravenous sets at time intervals of 0, 1, 24, 48, 72, and 96 hours. RESULTS: The pH values of the marketed form of the drug and the diluted drug were similar. The pH means were 3.45±0.19 at 22 °C and 3.55±0.20 at 37 °C. The average of the pH according to light conditions were as follows: in the dark = 3.62±0.09, under room light = 3.63±0.07, and exposed to phototherapy = 3.31±0.16. Solutions stored in colorless intravenous sets had a lower mean (3.41±0.24) than those kept in amber intravenous sets (3.52±0.15). We found lower pH values in the solutions exposed to phototherapy using colorless intravenous sets (3.17±0.03) than in those using amber intravenous sets (3.55±0.03). CONCLUSION: There was higher variation in the pH of the solutions exposed to phototherapy, and the use of amber intravenous sets reduced such effect.

OBJETIVO: Verificar o potencial hidrogeniônico (pH) de soluções de cloridrato de dobutamina sob condições ambientais que mimetizam unidades de cuidados intensivos neonatais. MÉTODOS: Analisou-se pH do fármaco em solução glicosada 5% ou NaCl 0,9% segundo temperatura (22 e 37 °C), luz (escuro, lâmpadas fluorescentes ambiente e equipamento de fototerapia) e equipos (incolor e âmbar) em intervalos de tempo (0, 1, 24, 48, 72 e 96 horas). RESULTADOS: Evidenciaram-se valores próximos de pH do fármaco na apresentação comercial e diluído. Obteve-se média de pH de 3,45±0,19 a 22 °C e de 3,55±0,20 a 37 °C. A média de pH das soluções mantidas no escuro foi de 3,62±0,09, na luz ambiente, de 3,63±0,07, e sob fototerapia, de 3,31±0,16. Soluções em equipos incolores tiveram média menor (3,41±0,24) do que em âmbares (3,52±0,15). Obtiveram-se menores valores de pH nas soluções sob fototerapia em equipos incolores (3,17±0,03) do que em âmbares (3,55±0,03). CONCLUSÃO: Sob a luz da fototerapia houve maior variação do pH das soluções, e o emprego de equipos âmbares minimizou tal efeito.
Palavra-chave Neonatal nursing
intensive care
drug stability
dobutamine
intravenous infusions
medication errors
Enfermagem neonatal
cuidados intensivos
estabilidade de medicamentos
dobutamina
infusões endovenosas
erros de medicação
Idioma Português
Data de publicação 2009-12-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 85, n. 6, p. 553-556, 2009.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão 553-556
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572009000600014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000273750100014
SciELO S0021-75572009000600014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5414

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572009000600014.pdf
Tamanho: 208.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta