Hemosiderin: a new marker for sentinel lymph node identification

Hemosiderin: a new marker for sentinel lymph node identification

Título alternativo Hemossiderina: um novo marcador para identificação do linfonodo sentinela
Autor Pinheiro, Luiz Gonzaga Porto Google Scholar
OOliveira Filho, Renato Santos de Autor UNIFESP Google Scholar
Vasques, Paulo Henrique Diógenes Google Scholar
Filgueira, Pedro Henrique de Oliveira Google Scholar
Aragão, Douglas Henning Pinheiro Google Scholar
Barbosa, Pedro Macedo Esmeraldo Google Scholar
Beserra, Hugo Enrique Orsini Google Scholar
Cavalcante, Raissa Vasconcelos Google Scholar
Instituição UFC Faculty of Medicine Department of Surgery
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFC Department of Surgery
UFC Medicine Faculty
State University of Ceara Veterinary Faculty
Resumo PURPOSE: To evaluate and present our initial results of a new marker (hemosiderin) for mammary sentinel lymph node identification in an experimental model. METHODS: Skins mapped like a lymphatic duct draining to the axilla in patients submitted to breast biopsy, in our mastology service, stimulated us to try it in an animal model (female dogs). Our theory was that some blood derivate (hemosiderin) was captured by macrophages and accessed the lymphatic ducts in direction to the axilla. Six female dogs of no defined race were studied. We injected 0,2 ml of technetium on both superior mammary glands. After ten minutes, a 2,5 ml solution of hemolized blood (hemosiderin) from the own animal was injected in the subareolar lymphatic plexus on the left superior mammary gland and 2,5 ml of patent blue concomitantly and equally on the contralateral gland. Ten minutes after, incisions on both axilas were made to search, through the lymphatic mapping and a gamma probe, the sentinel lymph nodes. RESULTS: Seven brown sentinel lymph nodes were indentified and also radiomarked on the left axilla. Six blue sentinel lymph nodes were identified and also radiomarked on the right axilla. CONCLUSION: Preliminary studies of a potential new dye for sentinel lymph node identification are presented. It may be the change of the current use of the blue dyes and their severe side-effects on patients submitted to sentinel lymph node biopsies.

OBJETIVO: Avaliar e apresentar resultados preliminares de um novo marcador (hemossiderina) para a identificação de linfonodos sentinela mamários em um modelo experimental. MÉTODOS: Durante acompanhamento de dois casos de biópsias excisionais de tumores da mama, no nosso serviço de mastologia, observou-se trajeto pigmentado no quadrante inferior externo daquelas mamas, sugerindo ser marcação cutânea do ducto de drenagem linfática a partir da papila mamária em direção a axila homolateral. Levantamos a hipótese que um derivado sanguíneo (hemossiderina) foi capturado por macrófagos obtendo acesso aos ductos linfáticos em direção à axila. Seis cadelas sem raça definida foram estudadas. Injeção de 0,2 ml de tecnécio foi realizada em ambas as mamas superiores. Após 10 minutos, uma solução de 2,5 ml de sangue hemolizado (hemossiderina) do próprio animal foi injetado no plexo linfático subpapilar da mama esquerda e 2,5 ml de azul patente na mama contralateral concomitantemente e igualmente. Após mais 10 minutos, incisões axilares foram realizadas para a procura, pela coloração e com um gama probe, dos linfonodos sentinela. RESULTADOS: Sete linfonodos sentinela castanhos e radiomarcados foram identificados na axila esquerda. Seis linfonodos sentinela azuis e radiomarcados foram identificados na axila direita. CONCLUSÃO: São apresentados estudos preliminares de um potencial novo marcador para identificação do linfonodo sentinela. Este poderá mudar o uso dos corantes vitais e de seus efeitos adversos em pacientes submetidos à biópsia do linfonodo sentinela.
Assunto Breast Neoplasms
Sentinel Lymph Node Biopsy
Hemosiderin
Neoplasias da Mama
Biópsia de Linfonodo Sentinela
Hemossiderina
Idioma Inglês
Data 2009-12-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 24, n. 6, p. 432-436, 2009.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 432-436
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502009000600002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000272803100002
SciELO S0102-86502009000600002 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5407

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0102-86502009000600002.pdf
Tamanho: 1.083Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)