Evaluation of gastric histology in children and adolescents with Helicobacter pylori gastritis using the Update Sydney System

Evaluation of gastric histology in children and adolescents with Helicobacter pylori gastritis using the Update Sydney System

Título alternativo Avaliação da histologia gástrica em crianças e adolescentes com gastrite por Helicobacter pylori usando o Sistema de Sydney Atualizado
Autor Langner, Marini Autor UNIFESP Google Scholar
Machado, Rodrigo S. Autor UNIFESP Google Scholar
Patricio, Francy Reis da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Kawakami, Elisabete Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT: Although Helicobacter pylori infection is prevalent in our country, there are few studies evaluating the associated histological abnormalities in children. OBJECTIVE: To evaluate the histological features of the gastric mucosa in children and adolescents with Helicobacter pylori gastritis. METHODS: One hundred and thirty two gastric biopsies from 22 symptomatic patients infected with H. pylori (14F/8M, median age 10 y 5 mo, age range 2 y 11 mo to 16 y 9 mo) were evaluated. Evaluated gastric regions included: antrum (lesser and greater curvature), corpus (lesser and greater curvature), incisura angularis and fundus. Histological examination was performed according to the Updated Sydney System, and regional scores for polymorphonuclear and mononuclear cell infiltrate as well as bacterial density were generated. RESULTS: Fifteen (68.2%) patients presented H. pylori-chronic active gastritis, six (27.3%) presented antrum-predominant H. pylori-chronic active gastritis, and one (4.5%) presented corpus-predominant H. pylori-chronic active gastritis. Polymorphonuclear cell infiltrate and mononuclear cell infiltrate were observed in 93.9% and 98.5% of the biopsy specimens, respectively. Higher histological scores for polymorphonuclear infiltrate, mononuclear infiltrate, and bacterial density were observed in the gastric antrum. Intestinal metaplasia and gastric atrophy were not identified in any patient. Lymphoid aggregates and lymphoid follicles were observed in the gastric antrum of three (13.6%) and seven (31.8%) patients, respectively, but they were not related to antral nodularity. CONCLUSIONS: Chronic active gastritis was observed in all patients with H. pylori infection. However, antral or corporeal predominance was not observed in most patients.

CONTEXTO: Embora a infecção por Helicobacter pylori seja prevalente em nosso país, há poucos estudos avaliando a histologia gástrica de crianças infectadas. OBJETIVO: Avaliar as características histológicas da mucosa gástrica de crianças e adolescentes com gastrite por H. pylori. MÉTODOS: Foram avaliadas 132 biopsias gástricas de 22 pacientes sintomáticos infectados por H. pylori (14F/8M, idade mediana 10 anos e 5 meses, variação: 2a 11m a 16a 9m). As regiões gástricas avaliadas foram: antro (pequena e grande curvatura), corpo (pequena e grande curvatura), incisura angular e fundo. A avaliação histológica foi feita de acordo com o Sistema Sydney Atualizado. Foram gerados escores regionais do infiltrado de células polimorfonucleares, de células mononucleares e de densidade bacteriana. RESULTADOS: Quinze (68,2%) pacientes apresentaram gastrite crônica ativa associada a H. pylori, seis (27,3%) apresentaram gastrite crônica ativa com predominância antral associada a H. pylori, e um (4,5%), gastrite crônica ativa com predominância corpórea associada a H. pylori. Infiltrado de células polimorfonucleares e de mononucleares foram observados em, respectivamente 93,9% e 98,5% dos fragmentos de biopsia. Maior escore histológico de infiltrado de células polimorfonucleares, mononucleares e de densidade bacteriana foi observado no antro gástrico. Metaplasia intestinal e atrofia gástrica não foram observadas em nenhum paciente. Agregados linfóides e folículos linfóides foram observados no antro gástrico de três (13,6%) e sete (31,8%) pacientes, respectivamente, mas não foram associados à ocorrência de nodularidade antral. CONCLUSÃO: Gastrite crônica ativa foi observada em todos os pacientes com infecção por H. pylori. Na maioria dos pacientes não houve predominância antral ou corpórea da gastrite.
Palavra-chave Gastritis, classification
Helicobacter infections
Gastric mucosa
Adolescent
Child
Gastrite, classificação
Infecções por helicobacter
Mucosa gástrica
Adolescente
Criança
Idioma Inglês
Data de publicação 2009-12-01
Publicado em Arquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 46, n. 4, p. 328-332, 2009.
ISSN 0004-2803 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Extensão 328-332
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032009000400015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-28032009000400015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5379

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-28032009000400015.pdf
Tamanho: 162.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta