Efeito do treinamento físico aeróbio sobre a musculatura esquelética de ratas ovariectomizadas

Show simple item record

dc.contributor.advisor Medeiros, Alessandra [UNIFESP]
dc.contributor.author Lazzarin, Mariana Cruz [UNIFESP]
dc.coverage.spatial ISS pt_BR
dc.date.accessioned 2020-06-29T17:30:14Z
dc.date.available 2020-06-29T17:30:14Z
dc.date.issued 2013-12-17
dc.identifier.citation LAZZARIN, Mariana Cruz. Efeito do treinamento físico aeróbio sobre a musculatura esquelética de ratas ovariectomizadas. 2013. 40 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2013. pt
dc.identifier.uri https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53717
dc.description.abstract O estudo investigou os efeitos do treinamento físico aeróbio sobre a massa muscular e a área da fibra muscular dos músculos sóleo de ratas ovariectomizadas. As ratas foram separadas em quatro grupos: controle sedentário (CS), controle treinado (CT), ovariectomizado sedentário (OS) e ovariectomizado treinado (OT). Os animais ovariectomizados foram submetidos à ooforectomia bilateral para retirada dos ovários e após isso foram submetidos a um treinamento aeróbio com duração de 8 semanas, frequência semanal de 5 dias, sendo uma hora de exercício físico aeróbio com intensidade de 50 a 60% da velocidade máxima atingida no teste de esforço inicial. Os animais também passaram por teste progressivo até a exaustão máxima no começo, meio e final do protocolo de treinamento. Após o término do treinamento, os animais foram anestesiados para retirada dos músculos sóleo e plantar. Os músculos foram pesados, processados em parafina e emblocados. Foram feitas lâminas com cortes transversais para a análise da área das fibras e a coloração utilizada foi hematoxilina-eosina. O grupo OT apresentou diferença significativa (p<0,05) nos valores de massa muscular quando comparado com o grupo OS. Em ambos os músculos, o OT apresentou maiores valores que o OS. O valor da área da fibra muscular não apresentou valores significativos. A tolerância à realização de esforço físico apresentou diferença significativa (p<0,05) entre os grupos sedentários (CS e OS) e treinados (CT e OT), CT e OT tiveram maior distância percorrida no teste máximo. Entre os grupos treinados (CT e OT), o grupo ovariectomizado apresentou menor distância percorrida, sendo essa diferença significativa (p<0,05). Conclui-se que o treinamento físico aeróbio de intensidade moderada, com duração de oito semanas, foi capaz de manter a massa dos músculos sóleo e plantar, assim como aumentar significativamente a tolerância ao esforço físico das ratas ovariectomizadas (OT) em relação ao grupo sedentário (OS) pt_BR
dc.description.abstract The study investigated the effects of aerobic exercise training on muscle mass and the area of the muscle fiber of soleus and plantaris muscles of ovariectomized rats. The rats were divided into four groups: sedentary control (SC), trained control (TC), ovariectomized sedentary (OS) and ovariectomized trained (OT). The animals were ovariectomized underwent bilateral oophorectomy for withdrawal of the ovaries and after it underwent an aerobic training with duration of 8 weeks, 5 days weekly frequency, being one hour of aerobic exercise with an intensity of 50 to 60% of maximum speed achieved in the initial stress test. The animals also underwent progressive test until maximal exhaustion at the beginning, middle and end of the training protocol. After the end of the training, the animals were anesthetized for withdrawal of the soleus and plantaris muscles. The muscles were weighed, processed in paraffin and placed into molds. Slides were made with crosssections for the analysis of fiber area and the coloring used was hematoxylin-eosin. The OT group showed significant difference (p<0,05) when compared the amounts of muscle mass with the group OS. In both muscles, OT values were higher than the OS. The value of the area of the muscle fiber had no significant values. The tolerance to performing physical effort showed significant difference (p<0,05) between sedentary groups (SC e OS) and trained (TC and OT), TC and OT had higher maximum test distance. Among the trained groups (TC and OT), the ovariectomized group showed lower distance traveled, being a significant difference (p<0,05). We conclude that aerobic exercise training of moderate intensity, lasting eight weeks, was able to maintain the weight of the soleus and plantaris muscles, as well as significantly increase exercise tolerance of ovariectomized rats (OT) compared to the sedentary group (OS) en
dc.format.extent 40 f. pt_BR
dc.language por pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) pt_BR
dc.rights Acesso aberto pt_BR
dc.subject Menopausa pt_BR
dc.subject Músculo Esquelético pt_BR
dc.subject Hipoestrogemismo pt_BR
dc.subject Exercício Físico pt_BR
dc.subject Menopause en
dc.subject Skeletal Muscle en
dc.subject Physical Exercise en
dc.subject Hypoestrogenism en
dc.title Efeito do treinamento físico aeróbio sobre a musculatura esquelética de ratas ovariectomizadas pt_BR
dc.type Trabalho de conclusão de curso de graduação pt_BR
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
unifesp.campus Instituto de Saúde e Sociedade (ISS) pt_BR
unifesp.knowledgeArea Promoção da saúde pt_BR
dc.contributor.authorLattes http://lattes.cnpq.br/1579497511371132 pt_BR
dc.contributor.advisorLattes http://lattes.cnpq.br/0071198026371230 pt_BR
dc.contributor.advisor-co Braga, Viviane Aparecida Vieira Nogueira [UNIFESP]
dc.contributor.advisor-coLattes http://lattes.cnpq.br/9613840344126322 pt_BR
unifesp.departamento Ciências do Movimento Humano pt_BR
unifesp.graduacao Educação Física pt_BR



File

Name: MARIANA LAZZARIN.pdf
Size: 882.5Kb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account