Conjugal amyotrophic lateral sclerosis in Brazil

Conjugal amyotrophic lateral sclerosis in Brazil

Título alternativo Esclerose lateral amiotrófica em casais no Brasil
Autor Godeiro-Júnior, Clécio de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Acary Souza Bulle Autor UNIFESP Google Scholar
Felício, André Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Chieia, Marco A. Autor UNIFESP Google Scholar
Gabbai, Alberto Alain Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Federal University of Rio Grande do Norte Department of Neurology
Resumo The origin of amyotrophic lateral sclerosis (ALS) remains unknown, although it seems to be multifactorial. The role of environmental factors has been frequently investigated and suspicion of its influence can be obtained when clusters of a rare disease are described. OBJECTIVE: To describe conjugal cases of ALS in Brazil. METHOD: We describe 2 couples in which both spouses were affected by ALS. Both couples had lived in southeast Brazil and were married for at least 20 years. RESULTS: There was a great variability in clinical presentation of ALS in our patients. In both couples the interval between disease onsets was short. No precise environmental factors could be identified at the origin of these conjugal cases. CONCLUSION: The occurrence of ALS in couples living in the same area may be epidemiologically important, but we cannot exclude that cases may be due to a chance association.

A origem da esclerose lateral amiotrófica (ELA) permanece desconhecida. O papel de fatores ambientais tem sido freqüentemente investigado e a suspeição de sua influência pode ser obtida quando são descritas salvas de casos de uma doença rara. OBJETIVO: Descrever casos de ELA em casais no Brasil. MÉTODO: Apresentamos dois casais em que ambos os cônjuges forma acometidos pela ELA. Ambos os casais residiram na região sudeste do Brasil e estiveram casados por pelo menos 20 anos. RESULTADOS: Houve grande variabilidade na apresentação clínica da ELA em nossos pacientes. Em ambos os casais, o intervalo de início da doença foi curto. Nenhum fator ambiental foi identificado na etiologia destes casos conjugais. CONCLUSÃO: A ocorrência de ELA em casais que habitam a mesma região pode ser epidemiologicamente importante, mas não podemos excluir que estes casos tenham sido mera associação.
Palavra-chave amyotrophic lateral sclerosis
conjugal
environmental factors
etiology
esclerose lateral amiotrófica
casais
fatores ambientais
etiologia
Idioma Inglês
Data de publicação 2009-12-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 67, n. 4, p. 1045-1048, 2009.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 1045-1048
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2009000600015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000272736500015
SciELO S0004-282X2009000600015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5370

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2009000600015.pdf
Tamanho: 138.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta