A percepção de farmacêuticos na implantação do Cuidado Farmacêutico na Atenção Básica em uma região do município de São Paulo

A percepção de farmacêuticos na implantação do Cuidado Farmacêutico na Atenção Básica em uma região do município de São Paulo

Alternative title Pharmacists perceptions in the implementation of Pharmaceutical Care in Primary Health Care in a region of the municipality of São Paulo
Author D’Andréa, Renato Dias Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Schveitzer, Mariana Cabral Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Saúde Coletiva – EPM
Abstract The Pharmaceutical Care constitutes the integrated action of the pharmacist for the promotion, the protection, the health recovery and the prevention of diseases. It aims to the education in the health field and to the promotion of a rational use of drugs through the pharmaceutical clinical services and through the pedagogical-technical activities directed to the individual, the family, the community, and the health team. Objective: Describing the perception of the Primary Care pharmacists who participated in the process of pharmaceutical care implementation in a region of the township of São Paulo. Method: A qualitative research with a descriptive approach. The data collection was carried out with ten pharmacists who participated in two focus groups in May and August 2018 (CEP UNIFESP 2.480.641/ CEP SMS 2.587.651). The data were submitted to the Bardin’s Content Analysis. Results: Starting from 52 record units and 10 categories, 3 syntheses about the process of pharmaceutical care implementation were realized: Synthesis 1- The positive aspects and the facilitators highlighted by the pharmacists concerned the care practice, such as the consultation and the listening time, looking beyond the pharmacotherapy and the specific instruments; the insertion in the Basic Health Unit (BHU); the formation and the training; the expansion of the scope of activities such as household visits and educational groups. These aspects responded to the pharmacists’ expectations, besides responding to the managers’ support and to the demand for the implementation of goals, flows and protocols to optimize the pharmaceutical care; Synthesis 2- The negative aspects and the barriers highlighted by the pharmacists intertwine when related to the sensations and feelings about the execution capability of the service; the demand for goals and the lack of support in the management; Synthesis 3- The Primary Care pharmacists highlighted the influence of the user in the implementation of the pharmaceutical care; the team role in the execution of the project with moments of recognition and strangeness; the profile and the skills required for the pharmacist, such as the pro-activity, empathy, and auto-valorization extended the concept of Pharmaceutical Care, besides the prescription, so differentiating it from the Pharmaceutical Care. Conclusion: With the results obtained, it was possible to describe the perception of the pharmacists in the Pharmaceutical Care implementation through the positive and negative aspects and through the necessary advances reported by the pharmacists. Thus, all the actors involved in this practice – the users, the health team, the managers, and the pharmacists - are expected to recognize their role and to value new forms of care in the National Health System.

O Cuidado Farmacêutico constitui a ação integrada do farmacêutico para promoção, proteção, recuperação da saúde e prevenção de agravos. Visa à educação em saúde e à promoção do uso racional de medicamentos por meio dos serviços clínicos farmacêuticos e das atividades técnico-pedagógicas voltadas ao indivíduo, à família, à comunidade e à equipe de saúde. Objetivo: Descrever a percepção de farmacêuticos da Atenção Básica que participaram do processo de implantação do cuidado farmacêutico em uma região do município de São Paulo. Método: Trata-se de uma pesquisa qualitativa com abordagem descritiva. A coleta de dados foi realizada com dez farmacêuticos que participaram de dois grupos focais em maio e agosto de 2018 (CEP UNIFESP 2.480.641/ CEP SMS 2.587.651). Os dados foram submetidos à Análise do Conteúdo de Bardin. Resultados: A partir de 52 unidades de registro e 10 categorias, foram construídas 3 sínteses sobre o processo de implantação do cuidado farmacêutico: Síntese 1- Os aspectos positivos e os facilitadores destacados pelos farmacêuticos foram em relação à prática do cuidado, como tempo de consulta, escuta, olhar além da farmacoterapia e instrumentos específicos; inserção na Unidade Básica de Saúde (UBS); formação e capacitação; ampliação do escopo de atividades como visita domiciliar e grupos educativos. Esses aspectos foram ao encontro das expectativas dos farmacêuticos, além do apoio dos gerentes e demanda por implantação de metas, fluxos e protocolos para otimizar o cuidado farmacêutico; Síntese 2- Os aspectos negativos e barreiras destacadas pelos farmacêuticos se entrelaçam em relação às sensações e sentimentos sobre capacidade de execução do serviço, perfis profissionais e equipe; sofrimento com a realidade de vida do usuário, questões do território e do serviço; cobrança de metas e falta de apoio da gestão; Síntese 3- Os farmacêuticos da Atenção Básica destacaram a influência do usuário na implantação do cuidado farmacêutico; papel da equipe na execução do projeto com momentos de reconhecimento e estranhamento; perfil e competências desejadas para o farmacêutico, como pró-atividade, empatia, autovalorização; ampliaram o conceito de Cuidado Farmacêutico, além da prescrição, diferenciando-o da Atenção Farmacêutica. Conclusão: Com os resultados obtidos, foi possível descrever a percepção do farmacêutico na implantação do Cuidado Farmacêutico através dos aspectos positivos, negativos e avanços necessários relatados pelos farmacêuticos. Deste modo, espera-se que todos os atores envolvidos nesta prática - usuários, equipe de saúde, gestores e farmacêuticos - reconheçam seu papel e valorizem novas formas de cuidado no Sistema Único de Saúde.
Keywords Pharmacist
Clinical Pharmaceutical Services
Pharmaceutical Care
Primary Health Care
Family Health
Farmacêutico
Serviços Farmacêuticos Clínicos
Cuidados Farmacêuticos
Atenção Básica à Saúde
Saúde da Família
Saúde Coletiva
Language Portuguese
Date 2019
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Brasil
Extent 95 f.
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53395

Show full item record




File

Name: 2019-0019.pdf
Size: 2.000Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account