Experiências com tecnoativistas: resistências na política do dividual.

Experiências com tecnoativistas: resistências na política do dividual.

Author Bruno, Fernanda
Cardoso, Bruno
Kanashiro, Marta
Guilhon, Luciana
Melgaço, Lucas
Author Parra, Henrique Zoqui Martins Google Scholar
Keywords tecnopolítica
sociotécnica
ativismo digital
resistência
comum
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage São Paulo
Language Portuguese
Date 2018
Published in AKRICH, M. From communities of practice to epistemic communities: health mobilizations on the internet. Sociological Research Online, v. 15, n. 2, 2015. Disponível em:; acesso em 2 out. 2018. BRUNO, F. Máquinas de ver, modos de ser: vigilância, tecnologia e subjetividade. Porto Alegre, Sulina, 2013. DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia, v. 5. Trad. Peter Pál Pelbart e Janice Caiafa. São Paulo, Editora 34, 2005. GALDON, G. ¿Soberanía tecnológica? Democracia, datos y gobernanza en la era digital. CCCBLAB, 25 abr. 2017. Disponível em: ; acesso em 29 maio 2017. GUATTARI, F. Líneas de fuga: por outro mundo de posibles. Buenos Aires, Cactus, 2013. HARAWAY, D. Saberes localizados: a questão da ciência para o feminismo e o privilégio da perspectiva parcial. Cadernos Pagu, n. 5, 1995, p. 7-41. LAFUENTE, A. El carnaval de la tecnociencia. Madri, Gadir, 2007. LAVE, J.; WENGER, E. Situated learning: legitimate peripheral participation. Nova York, Cambridge University Press, 1991. LAZZARATO, M. Sujeição e servidão no capitalismo contemporâneo. Cadernos de Subjetividade. São Paulo, PUC-SP, 2010. PARRA, H. Z. M. Políticas da partilha e da distribuição. In: GALLO, S.; NOVAES, M.; GUARIENTI, L. B. de O. (orgs.). Conexões: Deleuze e política e resistência e…. Petrópolis/ Campinas/Brasília, De Petrus et Alli/ALB/Capes, 2013, p. 35-44. RANCIÈRE, J. A partilha do sensível: estética e política. Trad. Mônica Costa Netto. São Paulo, Editora 34/EXO, 2005. RHATTO, S.; PARRA, H.; TIBLE, J. Saravá! Tecnopolítica e organização. In: MORAES, A.; TARIN, B.; TIBLE, J. (orgs.). Cartografias da emergência: novas lutas no Brasil, v. 1. São Paulo, Friedrich Ebert Stiftung, 2015, p. 137-63. RODRÍGUEZ, P. E. Espetáculo do dividual: tecnologias do eu e vigilância distribuída nas redes sociais, p. 181-98 deste volume. ROUVROY, A. Le droit à la protection de la vie privée comme droit à un avenir non pré- -occupé, et comme condition de survenance du commun. In: LOBET-MARIS, C.; GRANDJEAN, N.; VANMEERBEEK, P. (eds.). Petits entretiens de la vie privée: expérience quotidienne sur le web. Namur, Presses Universitaires de Namur, 2016. Disponível em: ; acesso em 28 out. 2015. ROUVROY, A.; BERNS, T. Governamentalidade algorítmica e perspectivas de emancipação: o díspar como condição de individuação pela relação? , p. 107-39 deste volume. SUNSTEIN, C. R. Republic 2.0. Princeton, Princeton University Press, 2009.
Publisher Boitempo
Extent 341-354
341-354
Origin https://pimentalab.milharal.org/files/2020/04/Experiencias-com-tecnoativistas_Henrique-Parra.pdf
Access rights Open access Open Access
Type Book chapter
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53350

Show full item record




File

Name: Experiencias-com-tecnoativistas_Henrique-Parra.pdf
Size: 539.2Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account