Efeitos da dieta hiperlipídica materna sobre o fator neurotrófico derivado do cérebro, proteínas da via inflamatória e os biomarcadores de estresse oxidativo em hipocampos da prole adulta de camundongos

Efeitos da dieta hiperlipídica materna sobre o fator neurotrófico derivado do cérebro, proteínas da via inflamatória e os biomarcadores de estresse oxidativo em hipocampos da prole adulta de camundongos

Autor Gomez, Paula dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silva, Cristiano Mendes da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Estudos demonstram efeitos prejudiciais da DHL materna, durante a gestação e lactação, sobre o hipocampo das proles adultas envolvendo o fator neurotrófico derivado do cérebro, proteínas da via inflamatória e os biomarcadores de estresse oxidativo. Sendo assim, o objetivo do estudo foi investigar possível associação do perfil inflamatório, a expressão de biomarcadores do estresse oxidativo e BDNF no hipocampo com o perfil obesogênico apresentado por proles adultas expostas a dieta hiperlipídica (DHL) materna. As proles de camundongos machos da linhagem Swiss tiveram seus hipocampos dissecados para avaliação proteica do BDNF, proteínas da via inflamatória (JNK, p-JNK e rTNF-α) por Western Blotting e biomarcadores do estresse oxidativo como TBARS para avaliação da peroxidação lipídica, TAS e TOS para avaliar estado antioxidante total e estado oxidante total respectivamente e a razão da Glutationa Reduzida (GSH)/Glutationa Oxidada (GSSG) . As proles macho (p70) provindas de mãe que consumiram DHL apresentaram aumento significativo do biomarcador do estado oxidante total e da razão GSH/GSSG e diminuição significativa na proteína BDNF, entretanto, os marcadores para as proteínas da via inflamatória não sofreram alterações. Com isso, sugere-se que redução nas proles-DHL p70 pode estar relacionado a um possível fenótipo depressivo apresentado pelos animais conforme evidenciado em outros estudos do nosso grupo de pesquisa, além de ter demonstrado estado pró-inflamatório não evidenciado e alteração no estado oxidativo total relacionando também a razão de GSH/GSSG.
Assunto Dieta hiperlipídica
BDNF
Hipocampo
Estresse oxidativo
Inflamação
Neurogênese
Cobertura ISS
Idioma Português
Data 2019-12-19
Publicado em GOMEZ, Paula dos Santos. Efeitos da dieta hiperlipídica materna sobre o fator neurotrófico derivado do cérebro, proteínas da via inflamatória e os biomarcadores de estresse oxidativo em hipocampos da prole adulta de camundongos. 2019. 6 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Nutrição) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2019.
Área de concentração Nutrição
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 6 f.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/53334

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: PaulaGomes TCC2 nutricao 2019.pdf
Tamanho: 149.1Kb
Formato: PDF
Descrição: Resumo Expandido
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)