Tratamento de tuberculose: integração entre assistência hospitalar e rede básica na cidade de São Paulo

Tratamento de tuberculose: integração entre assistência hospitalar e rede básica na cidade de São Paulo

Título alternativo Tuberculosis treatment: integration between hospitals and public health care clinics in the city of São Paulo, Brazil
Autor Perrechi, Mirtes Cristina Telles Autor UNIFESP Google Scholar
Ribeiro, Sandra Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the level of access to health care clinics of a population of patients hospitalized for tuberculosis (TB) at two hospitals in the city of São Paulo, Brazil, comparing them with a population of TB patients under outpatient treatment only. METHODS: We compiled sociodemographic, clinical and epidemiological data related to patients hospitalized for TB at two hospitals in the city of São Paulo, Brazil, between January and December of 2007, using a structured questionnaire. We also identified the outpatient clinics to which the patients were referred at discharge. The same variables were evaluated for TB outpatients during the same period, using a database. RESULTS: The study sample consisted of 474 patients (166 inpatients and 308 outpatients: mean age, 41.0 and 39.1 years, respectively). The univariate analysis showed positive associations between hospitalization due to TB and the following variables: 30-39 year age bracket (OR = 2.17); 50-59 year age bracket (OR = 2.17); combination of pulmonary and extrapulmonary forms of TB (OR = 5.31); TB re-treatment (OR = 2.66); seeking treatment at other health care facilities prior to the diagnosis of TB (OR = 2.05); symptom duration of more than 12 weeks (OR = 2.23); and TB diagnosed at hospitals or in emergency rooms (OR = 4.68). The proportion of inpatients who resided in the same regional health district area as that in which the respective hospital was located was 77.6% and 36.8%. The proportion of discharged patients who were referred to outpatient clinics in the same areas was 67.1% and 39.7%, respectively. CONCLUSIONS: Patients hospitalized for TB should be monitored from discharge until their admission to the outpatient clinic.

OBJETIVO: Avaliar o nível de acesso aos serviços de saúde de uma população de pacientes internados por tuberculose (TB) em dois hospitais no município de São Paulo, comparando-os com pacientes com TB submetidos somente a tratamento ambulatorial. MÉTODOS: Foram levantados dados sociodemográficos e clínico-epidemiológicos de pacientes internados por TB em dois hospitais do município de São Paulo entre janeiro e dezembro de 2007, utilizando-se um questionário estruturado. Foram também identificados os locais de tratamento ambulatorial para os quais os pacientes foram transferidos após a alta hospitalar. As mesmas variáveis foram obtidas para pacientes ambulatoriais em tratamento de TB na mesma época, por meio de um banco de dados. RESULTADOS: Foram estudados 474 pacientes (166 internados e 308 ambulatoriais), com média de idade de 41,0 e 39,1 anos, respectivamente. A análise univariada mostrou associações positivas entre internação por TB e as seguintes variáveis: faixa etária 30-39 anos (OR = 2,17), faixa etária 50-59 anos (OR = 2,17), forma clínica pulmonar associada à extrapulmonar (OR = 5,31), retratamento de TB (OR = 2,66), procura a outro serviço antes do diagnóstico (OR = 2,05), tempo de sintomas maior que 12 semanas (OR = 2,23) e diagnóstico realizado em hospitais ou prontos-socorros (OR = 4,68). A proporção de pacientes internados que residiam na mesma região da respectiva Coordenadoria Regional de Saúde dos dois hospitais foi, respectivamente, de 77,6% e 36,8%. A proporção de pacientes, após a alta, encaminhados a Unidades Básicas de Saúde nas mesmas regiões dos dois hospitais foi, respectivamente, de 67,1% e 39,7%. CONCLUSÕES: Os pacientes internados por TB devem ser monitorados após alta hospitalar até a sua chegada à Unidade Básica de Saúde.
Palavra-chave Tuberculosis
Health services accessibility
Inpatients
Outpatients
Tuberculose
Acesso aos serviços de saúde
Pacientes internados
Pacientes ambulatoriais
Idioma Português
Data de publicação 2009-11-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 35, n. 11, p. 1100-1106, 2009.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 1100-1106
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132009001100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000272160500007
SciELO S1806-37132009001100007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5327

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132009001100007-en.pdf
Tamanho: 730.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S1806-37132009001100007-pt.pdf
Tamanho: 755.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta