Evidence in dentistry guidelines

Evidence in dentistry guidelines

Título alternativo Evidências nos guidelines de odontologia
Autor Macedo, Cristiane Rufino de Autor UNIFESP Google Scholar
Atallah, Álvaro Nagib Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT AND OBJECTIVE: Guidelines are suggestions for clinical practice based on the best available scientific evidence. Nevertheless, in drafting such guidelines, existing systematic reviews are often ignored and are replaced by general consensuses. This ends up compromising the quality of the instructions through bias. Our objective was to investigate whether Cochrane systematic reviews were present among the bibliographic references of prevention and treatment guidelines for dentistry that have been published in databases. DESIGN AND SETTING: This retrospective, observational study was conducted at the Brazilian Cochrane Center. METHODS: The databases were searched for guidelines. Any guidelines obtained were then checked to find whether Cochrane systematic reviews were present in the bibliographic references of the guidelines. In their absence, we checked whether such reviews had not been included because no reviews existed yet, or because such reviews had not been consulted despite already existing. RESULTS: 223 studies were initially selected; of these, 77 were excluded. Of the 146 guidelines included, 46 could have made reference to existing systematic reviews, but only 13 studies did so. Among these 13 studies, eight were systematic reviews following Cochrane methodology. Thirty-three guidelines had not been drafted using published systematic reviews as references, and 100 guidelines had been unable to use Cochrane references because no reviews existed yet. CONCLUSION: It is necessary to increase awareness of the importance of using systematic reviews in drafting dentistry guidelines. Likewise, it is necessary to develop systematic reviews that answer questions on the various topics that remain unanswered.

CONTEXTO E OBJETIVO: Diretrizes são sugestões de condutas clínicas baseadas nas melhores evidências científicas disponíveis. No entanto, muitas vezes, para a construção da diretriz, as revisões sistemáticas existentes são desconsideradas e substituídas por consensos, o que acaba comprometendo a qualidade das suas instruções por serem enviesadas. O objetivo foi verificar a presença das revisões sistemáticas Cochrane nas referências bibliográficas das diretrizes de prevenção e tratamento na odontologia publicados nas bases de dados. LOCAL E TIPO DE ESTUDO: Estudo retrospectivo observacional, conduzido no Centro Cochrane do Brasil. MÉTODOS: Busca das diretrizes foi realizada nas bases de dados. A partir da obtenção delas, foram checadas a existência de revisões sistemáticas Cochrane nas suas referências bibliográficas. Na sua ausência, era verificada se a revisão sistemática não foi incluída porque ainda não existe ou porque, existindo, não foi consultada. RESULTADOS: Foram previamente selecionados 223 estudos, e destes, 77 foram excluídos. Das 146 diretrizes incluídas, 46 poderiam incluir em suas referências as revisões sistemáticas existentes, mas apenas 13 estudos o fizeram, dentre eles somente 8 eram revisões sistemáticas com metodologia Cochrane. Trinta e três diretrizes não usaram para a sua construção as referências de revisões sistemáticas já publicadas e em 100 delas não seria possível a inclusão das referências Cochrane por ainda não existirem as revisões. CONCLUSÕES: É necessária a conscientização da importância do uso das revisões sistemáticas na construção de diretrizes em odontologia, bem como o desenvolvimento de revisões sistemáticas que respondam perguntas que versam sobre os diversos temas ainda não respondidos.
Palavra-chave Practice guideline
Dentistry
Oral medicine
Education dental
Review
Guia de prática clínica
Odontologia
Medicina bucal
Educação em odontologia
Revisão
Idioma Inglês
Data de publicação 2009-11-01
Publicado em MACEDO, Cristiane Rufino; ATALLAH, Álvaro Nagib. Evidence in dentistry guidelines. Sao Paulo Med. J., São Paulo , v. 127, n. 6, p. 346-349, nov. 2009
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 346-349
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802009000600005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000276642900005
SciELO S1516-31802009000600005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5321

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31802009000600005.pdf
Tamanho: 134.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta