Avaliação da concentração das fibras do tecido conjuntivo quando da associação de poliglactina 910 e silicone: estudo experimental em ratos

Avaliação da concentração das fibras do tecido conjuntivo quando da associação de poliglactina 910 e silicone: estudo experimental em ratos

Título alternativo Association of poliglactin 910 and silicon. Concentration avaliation of conjuntive tissues fibers: experimental study in rats
Autor Vivi, Ayder Anselmo Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Ortiz, Valdemar Autor UNIFESP Google Scholar
Oliani, Sonia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, Paulo de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Resumo It is an important area of investigation the choice of an adequate substance for the fixation of silicon prosthesis without generating a lot of fibrotic tissue reaction. We have studied the tissue reaction after the implantation of silicon prosthesis with polyglactin 910 threads. Silicon grids measuring 1,5 x 1,5cm and thickness of 0,7mm were implanted under the subcutaneous tissue of rats. The animals were studied 30, 60 and 90 days after implantation. Then they were sacrificed. The grids and the adjacent tissue were excised. The time did not interfere with the number of colagen fibers in sub-groups. Quantity of colagen fibers were not different amoung the sub-groups of 30, 60 and 90 days. With or without poliglactin 910. In the group of pure silicon grids we have found a significant difference among the reticular fibers. The great number was observed in the 30 and 60 days groups if compared with the group of 90 days. The polyglactin 910 with the silicon grid not change the amount of connective tissue fibers in the grid¢s fenestrations.

Neste estudo observamos a reação tecidual após implantação de próteses de silicone associadas à poliglactina 910. Telas de borracha de silicone com 1,5 x 1,5cm de diâmetro e 0,7mm de espessura, polifenestradas, foram implantadas no subcutâneo do dorso de ratos.Dois grupos foram observados, no primeiro apenas telas fenestradas eram implantadas, no segundo as fenestrações das telas eram preenchidas com fios de poliglactina 910. Os animais foram observados por 30, 60 e 90 dias quando eram sacrificados e as telas mais o tecido adjacente ressecados. Não se observou diferenças na quantidade de fibras colágenas entre os subgrupos de um mesmo grupo e ou quando comparados com os subgrupos do grupo em estudo. No grupo controle, onde se usou apenas as telas fenestradas de silicone houve uma diferença significante entre as fibras reticulares, em maior número nos grupos de 30 e 60 dias de observação, quando comparadas ao grupo de 90 dias. A poliglactina 910 associada ao silicone não alterou o número de fibras do tecido conjuntivo, contadas nas fenestrações das telas.
Palavra-chave Silicones
Polyglactin 910
Collagen
Connective Tissue
Silicones
Poliglactina 910
Colágeno
Tecido Conjuntivo
Idioma Português
Data de publicação 1997-09-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 12, n. 3, p. 193-197, 1997.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 193-197
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86501997000300011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86501997000300011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/529

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86501997000300011.pdf
Tamanho: 844.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta