Transfer function of Brazilian Portuguese oral vowels: a comparative acoustic analysis

Transfer function of Brazilian Portuguese oral vowels: a comparative acoustic analysis

Título alternativo Função de transferência das vogais orais do Português brasileiro: análise acústica comparativa
Autor Gonçalves, Maria Inês Rebelo Autor UNIFESP Google Scholar
Pontes, Paulo Augusto de Lima Autor UNIFESP Google Scholar
Vieira, Vanessa Pedrosa Google Scholar
Pontes, Antônio Augusto de Lima Google Scholar
Curcio, Daniella Google Scholar
De Biase, Noemi Grigoletto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
São Paulo Hospital Hearing Therapy Service
Instituto da Laringe
Santa Casa School of Medical Sciences Morphology Department
Catholic University of São Paulo Speech and Hearing Therapy School Department of Fundamentals
Resumo The vocal tract transfers its characteristics onto the sounds produced at the glottis, depending on its tridimensional configuration. AIM: this study aims to determine which of the seven oral vowels in Brazilian Portuguese is acoustically less impacted by changes to the vocal tract. MATERIALS AND METHOD: this is a cross-sectional prospective study. Twenty-three males and 23 females with ages ranging between 20 and 45 years (mean values of 28.95 and 29.79 years respectively) were enrolled in the study; none had voice complaints and their voices were normal under perceptive-auditory evaluation. Three-hundred and twenty-two sustained vocal emissions were digitized and acoustically analyzed by three computer programs combined. Results were compared against the distribution of resonance frequencies in a straight tube with one end sealed. RESULTS: statistical analysis showed that vowel /ε/ was significantly different when compared to the other vowels, with higher mean harmonic values and lower standard deviation for both genders. CONCLUSION: in Brazilian Portuguese, vowel /ε/ is less impacted by changes to the vocal tract and is significantly less attenuated in both genders. The inclusion of this vowel in voice assessment standard protocols may contribute to improve the quality of the information obtained as a result of quantitative spectrographic and acoustic tests.

O trato vocal transfere suas características ao som produzido na glote, de acordo com sua configuração tridimensional. OBJETIVO: Determinar qual das sete vogais orais do Português brasileiro sofre a menor interferência acústica das modificações do trato vocal. MATERIAL E MÉTODO: Estudo transversal prospectivo. Os indivíduos foram 23 homens e 23 mulheres, na faixa etária entre 20 e 45 anos (médias de 28,95 e 29,79 respectivamente), sem queixas vocais e com qualidade vocal normal na avaliação perceptivo-auditiva. 322 emissões vocais sustentadas foram digitalizadas e analisadas acusticamente utilizando-se a combinação de três programas computadorizados. Os resultados foram comparados à distribuição das frequências de ressonância de um tubo reto fechado em uma das extremidades. RESULTADOS: A análise estatística mostrou que a vogal /ε/ apresentou diferença significativa em comparação com as demais vogais, com valores harmônicos médios mais altos e menores desvios-padrão para ambos os sexos. CONCLUSÃO: Para o Português brasileiro, a vogal /ε/ sofre menor influência das modificações do trato vocal e apresenta atenuação significativamente menor para ambos os sexos. A inclusão dessa vogal nos protocolos padronizados de avaliação vocal pode contribuir para a qualidade da informação obtida por meio das análises espectrográficas e acústica quantitativa.
Palavra-chave speech acoustics
sound spectrography
phonetics
voice
acústica da fala
espectrografia do som
fonética
voz
Idioma Inglês
Data de publicação 2009-10-01
Publicado em Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial, v. 75, n. 5, p. 680-684, 2009.
ISSN 1808-8694 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Extensão 680-684
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942009000500012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1808-86942009000500012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5287

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1808-86942009000500012.pdf
Tamanho: 173.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta