A Casa Que Hoje Sou: Um Estudo Sobre Os Elementos Visuais E Simbólicos Presentes Nas Moradias Das Mulheres Da Ocupação Armênia.

A Casa Que Hoje Sou: Um Estudo Sobre Os Elementos Visuais E Simbólicos Presentes Nas Moradias Das Mulheres Da Ocupação Armênia.

Author Silva, Lais Jacqueline Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Arantes, Pedro Fiori Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program História Da Arte
Abstract The Function Of A House Inside Of A Dwelling Occupation Is Not Only Housing A Body, But Desires, Dreams, Experiences And Especially Symbolic And Material Techniques Of Resistance As Well. In This House, There Is A Pulse Of Life, An Artistic Pulse And The Wish Of Building An Environment Composed By Elements Reminding A Subjective Experience Of "Living", Even When Faced With A Situation Of Suffering And Frustration. Relating To This, I Introduce The Manifestations And The Direct Action Practices Used To Claim The Rights Of Living Decently, Of Experiencing The City As It Is, Of Life. Lots Of Insurgent Bodies Get Out Of Their "Cocoons" In Search Of The Same: A Space For Everyone While Also Transforming Their Individual Spaces At The Same Time. The Reader Is Also Invited To Walk Through The Memories And The Houses Of Four Women In Armenia"S Squatt Getting To Know Their Creativity Potential, Their Knowledge And Experiences In Organizing, Producing And The Meanings Assigned To Their Objects " Art Practices Of A Resi

A Função De Uma Casa Dentro De Uma Ocupação De Moradia Não É Apenas Abrigar O Corpo, Mas Também Desejos, Sonhos, Experiências E, Sobretudo, Técnicas De Resistência Simbólica E Material. Nesta Casa, Há Uma Pulsão De Vida, Uma Pulsão Artística E Um Desejo De Construir Um Ambiente Composto Por Elementos Que Remetam A Uma Experiência Subjetiva Do "Morar", Ainda Que Diante De Uma Situação De Penúria, Sofrimento E Frustração. Dessa Forma, Apresento Os Movimentos De Luta E As Práticas De Ação Direta Utilizadas Na Reivindicação Dos Direitos À Moradia Digna, À Cidade, À Vida. Uma Multidão De Corpos Insurgentes Que Saem Dos Seus Casulos Na Busca Pelo Comum, Pelo Espaço De Todos, Ao Mesmo Tempo Em Que Transformam Seus Espaços Individuais. Convido Também O Leitor A Caminhar Pelas Memórias E Pelas Moradias Atuais De Quatro Mulheres Da Ocupação Armênia, E A Perceber, Juntos, Suas Potências Criativas, Seus Saberes, Experiências Na Organização, Produção E Nos Significados Atribuídos Às Suas Coisas - Práticas De Uma Arte Da R
Keywords Dwelling
Squatt
Space
Art
Social Manifestations
Memory
Territory
Moradia
Ocupação
Espaço
Arte
Movimentos Sociais, Memória
Território
Language Portuguese
Date 2018-08-09
Research area Instituições, Discursos E Alteridade
Knowledge area Lingüística, Letras E Artes
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7278651
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/52679

Show full item record




File

Name: 2018-0621.pdf
Size: 19.28Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account