Visual impairment and blindness: an overview of prevalence and causes in Brazil

Visual impairment and blindness: an overview of prevalence and causes in Brazil

Autor Salomão, Solange Rios Autor UNIFESP Google Scholar
Mitsuhiro, Márcia R. K. H. Autor UNIFESP Google Scholar
Belfort, Rubens Junior Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Our purpose is to provide a summary overview of blindness and visual impairment on the context of recent Brazilian ocular epidemiologic studies. Synthesis of data from two cross-sectional population-based studies - the São Paulo Eye Study and the Refractive Error in School Children Study is presented. 3678 older adults and 2441 school children were examined between July 2004 and December 2005. Prevalence of blindness in older adults using presenting visual acuity was 1.51% decreasing to 1. 07% with refractive correction. The most common causes of blindness in older adults were retinal disorders, followed by cataract and glaucoma. In school children, the prevalence of uncorrected visual impairment was 4.82% decreasing to 0.41% with refractive correction. The most common cause of visual impairment in school children was uncorrected refractive error. Visual impairment and blindness in Brazil is an important public health problem. It is a significant problem in older Brazilians, reinforcing the need to implement prevention of blindness programs for elderly people with emphasis on those without schooling. In school-children cost-effective strategies are needed to address a readily treatable cause of vision impairment - prescription and provision of glasses.

Nosso objetivo é fazer uma revisão de cegueira e deficiência visual no contexto de recentes estudos epidemiológicos oculares brasileiros. É apresentada a síntese dos dados de dois estudos populacionais transversais - o Estudo Ocular de São Paulo e o Estudo de Erros Refrativos em Escolares. Entre julho de 2004 e dezembro de 2005 foram examinados 3678 adultos e 2441 escolares. A prevalência de cegueira em adultos mais velhos considerando a acuidade visual apresentada foi de 1, 51% diminuindo para 1, 07% com a correção refrativa. As causas mais comuns de cegueira em adultos mais velhos foram os distúrbios de retina, seguidos de catarata e glaucoma. Em escolares a prevalência de deficiência visual não corrigida foi de 4,82% diminuindo para 0,41% com a correção refrativa. Em escolares a causa mais comum de deficiência visual foram erros refrativos não corrigidos. A deficiência visual e a cegueira são um importante problema de saúde pública no Brasil. É um problema significante em brasileiros mais velhos reforçando a necessidade de implementação de programas de prevenção de cegueira para pessoas idosas com ênfase nos indivíduos sem escolaridade. Em escolares são necessárias estratégias de custo-eficácia para atingir uma causa de deficiência visual facilmente tratável - a prescrição e a provisão de óculos.
Palavra-chave blindness
visual impairment
prevalence
population-based
ocular epidemiology
cegueira
deficiência visual
prevalência
estudo populacional
epidemiologia ocular
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2009-09-01
Publicado em Anais da Academia Brasileira de Ciências. Academia Brasileira de Ciências, v. 81, n. 3, p. 539-549, 2009.
ISSN 0001-3765 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Ciências
Extensão 539-549
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652009000300017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000269462300017
SciELO S0001-37652009000300017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5254

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0001-37652009000300017.pdf
Tamanho: 521.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta