Lesões Ortopédicas No Futebol Profissional Masculino Do Brasil: Comparação Prospectiva De Duas Temporadas Consecutivas 2016 E 2017

Lesões Ortopédicas No Futebol Profissional Masculino Do Brasil: Comparação Prospectiva De Duas Temporadas Consecutivas 2016 E 2017

Author Moraes, Eduardo Ramalho De Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Arliani, Gustavo Goncalves Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Ciências Da Saúde Aplicada Ao Esporte E À Atividade Física
Abstract Purpose: The Purpose Is To Compare The Incidence And Characteristics Of Injuries Sustained In Two Consecutive Seasons Of The São Paulo State Football Championship. Methods: Prospective Study Performed Using An Electronic Form Previously Developed By The Medical Committee Of The São Paulo State Football Association, Sent To The Physicians Responsible For The Tournament"S Series A1 And A2 Teams After Each Round. Results: 17.6 Injuries Sustained Per 1000 Hours Of Matches In The A1 Series And 14.9 Injuries Sustained Per 1000 Hours Of Matches In The A2 Series. Incidence Of Injuries Per 1000 Hours Of Matches Decreased From 24.16 To 17.63 In The A1 Series (P<0.037) And From 19.10 To 14.01 In The A2 Series (P<0.05). External Defenders Suffered Most Injuries, While Muscular Injuries Were Most Common And Lower Limbs, The Most Affected Areas. Most Injuries Occurred Between 30 And 45 Minutes Of The Match And 11.9% Of The Injuries Required Surgery. Conclusions: Prevalence And Frequency Of Injuries Decreased Between Season

Objetivo: Comparar A Incidência E Características Das Lesões Ocorridas Em Duas Temporadas Consecutivas Do Campeonato Paulista De Futebol. Métodos: Realizamos Um Estudo Prospectivo, Através De Questionário Eletrônico Previamente Desenvolvido Pelo Comitê Médico Da Federação Paulista De Futebol E Enviado Aos Médicos Dos Times Das Séries A1 E A2 Do Campeonato Paulista De Futebol Após Cada Rodada. Resultados: A Série A1 E A2 Apresentaram, Respectivamente, 17,6 E 14,9 Lesões Por 1000 Horas De Jogo. A Incidência De Lesões Por 1000h De Jogo Caiu De 24,16 Para 17,63 Na Série A1 E Diminuiu De 19,1 Para 14,0 Na Série A2. Os Laterais Foram Os Atletas Mais Acometidos, Sendo As Lesões Musculares As Mais Frequentes E Os Membros Inferiores Os Mais Acometidos. A Maioria Das Lesões Ocorreu Entre 30 E 45 Minutos De Jogo E 11,9% Das Lesões Necessitaram De Tratamento Cirúrgico. Conclusão: Houve Uma Queda Da Prevalência E Incidência De Lesões Entre As Temporadas Analisadas. A Maioria Das Lesões Ocorreu Nos Membros Inferiores, O Ti
Keywords Epidemiology, Sports Injuries, Sports Injury
Epidemiologia, Lesões Esportivas, Lesão No Esporte
Language Portuguese
Date 2018-05-04
Research area Afecções Ortopédicas Nos Esportes
Knowledge area Ciências Da Saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 55 p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7392095
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/52468

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account