Metabolism and secretory function of white adipose tissue: effect of dietary fat

Metabolism and secretory function of white adipose tissue: effect of dietary fat

Autor Nascimento, Claudia Maria da Penha Oller do Autor UNIFESP Google Scholar
Ribeiro, Eliane Beraldi Autor UNIFESP Google Scholar
Oyama, Lila Missae Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Approximately 40% of the total energy consumed by western populations is represented by lipids, most of them being ingested as triacylglycerols and phospholipids. The focus of this review is to analyze the effect of the type of dietary fat on white adipose tissue metabolism and secretory function, particularly on haptoglobin, TNF-α, plasminogen activator inhibitor-1 and adiponectin secretion. Previous studies have demonstrated that the duration of the exposure to the high-fat feeding, amount of fatty acid present in the diet and the type of fatty acid may or may not have a significant effect on adipose tissue metabolism. However, the long-term or short-term high fat diets, especially rich in saturated fatty acids, probably by activation of toll-like receptors, stimulated the expression of proinflammatory adipokines and inhibited adiponectin expression. Further studies are needed to investigate the cellular mechanisms by which dietary fatty acids affect white adipose tissue metabolism and secretory functions.

Aproximadamente 40% do total de energia consumida pela população ocidental é representada pelos lipídios, a maioria dela sendo ingerida na forma de triglicerídeos e fosfolipídios. O foco desta revisão foi analisar o efeito dos tipos de gordura da dieta sobre o metabolismo e função secretora do tecido adiposo branco, principalmente, sobre a secreção de haptoglobina, TNF-α, inibidor do ativador de plasminogênio-1 e adiponectina. Estudos prévios demonstraram que durante a exposição de dietas hiperlipídicas, a quantidade e o tipo de ácidos graxos presentes na dieta podem ou não ter um efeito significante sobre o metabolismo do tecido adiposo. Entretanto, o tratamento a curto ou longo prazo com dieta hiperlipídica, especialmente rica em ácidos graxos saturados, provavelmente por ativar receptores toll-like, estimula a expressão de adipocinas pró-inflamatórias e inibe a expressão de adiponectina. Estudos adicionais são necessários para investigar os mecanismos celulares pelos quais os ácidos graxos da dieta afetam a função secretória e metabólica do tecido adiposo branco.
Palavra-chave adipokines
high fat diets
metabolism
white adipose tissue
adipocinas
dietas hiperlipídicas
metabolismo
tecido adiposo branco
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2009-09-01
Publicado em Anais da Academia Brasileira de Ciências. Academia Brasileira de Ciências, v. 81, n. 3, p. 453-466, 2009.
ISSN 0001-3765 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Academia Brasileira de Ciências
Extensão 453-466
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0001-37652009000300010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000269462300010
SciELO S0001-37652009000300010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5238

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0001-37652009000300010.pdf
Tamanho: 551.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta