A incorporação de novos temas e saberes nos estudos em saúde coletiva: o caso do uso da categoria gênero

A incorporação de novos temas e saberes nos estudos em saúde coletiva: o caso do uso da categoria gênero

Título alternativo The incorporation of new themes and knowledge at public health studies: the gender category case
Autor Villela, Wilza Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Monteiro, Simone Google Scholar
Vargas, Eliane Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto Oswaldo Cruz, Fiocruz Laboratório de Educação em Ambiente e Saúde
Resumo This article aims to reflect how gender as a category has been incorporated into academic public health studies. The discussion is based on some characteristics of the public health area, such as: interdisciplinary approach, commitment to the demands of society; dialogue with health professionals and connection with health policies implemented in the country. With this in mind, a review of articles from the SciELO database was made referring to gender and health as descriptors. The articles were classified in terms of their focal theme, methods, groups studied and use of gender category. The results reveal some heterogeneity in the use of the category in the studies selected that eventually could be explained by the particularities of the area. Based on this discussion, this article intends to foster a reflection on the ways to improve a gender approach in public health studies so as to overcome the existing differences between knowledge accrued in various fields.

Este artigo objetiva refletir sobre a incorporação da categoria gênero nos estudos acadêmicos em saúde coletiva, tendo por referência algumas das características da área, como a interdisciplinaridade, o compromisso com as demandas da sociedade, o diálogo com os trabalhadores de saúde e a sintonia com as políticas de saúde implementadas no país. Para tanto, foi realizado um levantamento dos artigos indexados na base SciELO que referem gênero e saúde como descritores, classificando-os quanto aos temas em foco, à abordagem metodológica, à população estudada e ao tipo de uso da categoria gênero. A análise dos resultados revela a heterogeneidade no uso da categoria na produção acadêmica selecionada, que, eventualmente, pode ser explicada pelas especificidades da área. Pretende-se, com este trabalho, fomentar a reflexão sobre maneiras de incrementar a abordagem de gênero nos estudos em saúde coletiva de modo a superar diferenças entre os campos de conhecimento.
Palavra-chave Gender
Health
Interdisciplinary approach
Public health
Academic literature
Gênero
Saúde
Interdisciplinaridade
Saúde coletiva
Produção acadêmica
Idioma Português
Data de publicação 2009-08-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 14, n. 4, p. 997-1006, 2009.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 997-1006
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000400002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000269466500002
SciELO S1413-81232009000400002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5190

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232009000400002.pdf
Tamanho: 54.16KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta