Associação de empregadas domésticas de Santos (1936-1946): Gênero, raça e classe no sindicalismo do trabalho doméstico

Associação de empregadas domésticas de Santos (1936-1946): Gênero, raça e classe no sindicalismo do trabalho doméstico

Author Lima, Mirelle Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Toledo, Edilene Teresinha Autor UNIFESP Google Scholar
Graduate program Não se aplica
Abstract O nosso objeto de estudo é a Associação das empregadas domésticas, primeira tentativa de sindicalização do trabalho doméstico, criada em Santos com a participação de Laudelina de Campos Mello. Nosso recorte temporal será de 1936 a 1946, período entre a criação da organização e o nosso último registro detalhado da mesma. Analisaremos as atividades promovidas pela Associação levando em consideração o contexto político de sua fundação, e buscando identificar diálogos e influência entre ela e outros grupos do período. Tudo isso levando em consideração os aspectos de raça, classe e gênero a que estavam submetidas a maioria das trabalhadoras domésticas do período, mulheres negras, e a partir do conceito de colonialidade do poder do sociólogo Aníbal Quijano. A partir dessa pesquisa identificamos a Associação das empregadas domésticas enquanto um projeto decolonial, conforme conceito desenvolvido pelo sociólogo Joaze Bernardino-Costa.
Keywords Trabalho doméstico
Interseccionalidade
Sindicalismo
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage Guarulhos
Language Portuguese
Date 2019-12-04
Knowledge area Outra
Publisher Universidade Federal de São Paulo
Extent 55 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51805

Show full item record




File

Name: LimaMJ_2019_AssociaçãoEmpregadasDomésticas-1.pdf
Size: 375.7Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account