O ombro em uma linha de produção: estudo clínico e ultrassonográfico

O ombro em uma linha de produção: estudo clínico e ultrassonográfico

Título alternativo The shoulder in a production line: clinical and ultrasound study
Autor Maeda, Ernesto Youiti Autor UNIFESP Google Scholar
Helfenstein Junior, Milton Autor UNIFESP Google Scholar
Ascencio, João Eduardo Barile Google Scholar
Pollak, Daniel Feldman Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: The correlation among shoulder pain, abnormal physical examination and ultrasonography is controversial in the occupational scenario. OBJECTIVE: Establish the association between pain, physical examination and ultrasounds in workers of a pharmaceutical industry. PATIENTS AND METHODS: One hundred workers were invited to take part in the study and submitted to the inclusion and exclusion criteria, and 93 were included. All enrolled patients gave written informed consent, and had a physical examination performed by one of the authors. Ultrasound examination was performed, at the latest one month of the physical examination, by an experienced operator who was blind to the clinical setting. RESULTS: There was statistical correlation between pain and clinical maneuvers in 57 shoulders for supraspinatus tendon (SE) (P = 0,000) and no correlation with biceps tendon maneuvers (P > 0,05). In the comparison between clinical findings and ultrasonography, the maneuvers of Neer, Hawkins and Jobe had statistical association (P < 0,05). The association between pain and altered ultrasonography was statistically significant (16 among 57 individuals with pain, with P < 0,05), but there was significant false-positive ultrasound findings in asymptomatic shoulders (7 individuals). CONCLUSION: The precise diagnosis is a complex process, which requires the association of clinical and occupational anamnesis, accurate physical examination and ultrasonography performed by an experienced operator.

INTRODUÇÃO: A correlação entre dor no ombro, exame físico e ultrassonografias anormais é controversa no cenário ocupacional. OBJETIVO: Estabelecer a associação entre dor, exame físico e ultrassonografia em trabalhadores de uma indústria farmacêutica. PACIENTES E MÉTODOS: Cem trabalhadores foram convidados a participar do estudo e submetidos aos critérios de inclusão e exclusão; 93 foram incluídos neste estudo. Todos assinaram termo de consentimento e tiveram exame físico realizado por um dos autores. O exame ultrassonográfico foi realizado, no máximo, após um mês do exame físico por um operador experiente, que desconhecia o quadro clínico. RESULTADOS: houve correlação estatística entre dor e manobras clínicas, em 57 ombros, para o tendão supraespinhal (SE) (P = 0,000), e nenhuma correlação com as manobras para o tendão do bíceps (P > 0,05). Na comparação entre os achados clínicos e a ultrassonografia, as manobras de Neer, Hawkins e Jobe tiveram associação estatística (P < 0,05). A associação entre dor e ultrassonografia alterada foi estatisticamente significativa (16 dentre 57 ombros com dor, com P < 0,05), porém houve falsa-positividade significativa de achados ultrassonográficos em ombros assintomáticos (sete ombros). CONCLUSÃO: O diagnóstico preciso é um processo complexo que requer a associação de anamnese clínica e ocupacional, exame físico acurado e ultrassonografia realizada por um operador experiente.
Palavra-chave occupational medicine
shoulder pain
repetitive strain injuries
work-related musculoskeletal disorders
shoulder ultrasonography
occupational diseases
medicina do trabalho
dor de ombro
LER/DORT
distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho
ultrassonografia em ombro
doenças profissionais
Idioma Português
Data de publicação 2009-08-01
Publicado em Revista Brasileira de Reumatologia. Sociedade Brasileira de Reumatologia, v. 49, n. 4, p. 375-386, 2009.
ISSN 0482-5004 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Reumatologia
Extensão 375-386
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042009000400005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0482-50042009000400005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5169

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0482-50042009000400005.pdf
Tamanho: 1.193MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta