Efeitos no perfil de sono em indivíduos submetidos a prática de yoga

Efeitos no perfil de sono em indivíduos submetidos a prática de yoga

Author Queiroz, Mariana Huici Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Antunes, Hanna Karen Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract O estilo de vida prejudicial para a saúde ocorre por inatividade física, abuso de álcool, tabagismo, obesidade, trabalhos por turno, horas de deslocamento, estresse, demanda de tempo acadêmico, exposição regular à luz artificial, pressões sociais e econômicas, uso excessivo de internet e computadores, televisões e atividades sociais durante a noite. Essas condições influem diretamente em possíveis mudanças no perfil de sono da população e podem desencadear fatores perturbadores que levam ao diagnóstico de transtorno de insônia. Dentre as formas de tratamento, existem os farmacológicos e os não farmacológicos, no qual o último busca melhorar os sintomas e auxiliar na diminuição da dose e da frequência medicamentosa. Estre as possíveis estratégias, a prática de yoga vem sendo recomendada pelos seus aspectos psicofísicos e buscam melhoras da qualidade física e mental, no entanto, poucos estudos que analisam o Yoga associado exclusivamente ao transtorno de insônia foram encontrados. O objetivo desde estudo foi investigar os efeitos de um programa de 8 semanas de Yoga sobre o perfil de sono dos voluntários. E para isto, 18 indivíduos de ambos os sexos, com idade entre 20 e 37 anos, foram e distribuídos aleatoriamente em: a) Grupo Yoga (n=9) e b) Grupo controle (n=9). O programa de Yoga ocorreu duas vezes na semana por 8 semanas consecutivas. Antes e após o termino da intervenção, os voluntários passam por avaliações antropométricas, IMC, aplicação de questionários que avaliaram o nível de atividade física, do humor e do transtorno de insônia. Apenas nove voluntários permaneceram até o término do programa. Os resultados coletados demonstraram que a prática de Yoga reduziu a escala de alteração do sono e os escores de depressão e estresse, melhorando os valores totais na escala de humor e gerando um indicativo para melhora na qualidade de sono do grupo experimental. No entanto, as classificações que diagnosticam os transtornos de humor, sonolência excessiva e gravidade de insônia não demonstraram mudanças significativas após o período de intervenção. Concluindo-se que, a prática de Yoga por 8 semanas consecutivas foi capaz de apresentar melhorar nos níveis de depressão, estresse e alterações do sono, no entanto, estes resultados não foram significativos para alterar as classificações dos testes de humor e de transtorno de insônia.

The harmful lifestyle occurs due to physical inactivity, alcohol abuse, smoking, obesity, shift work, hours of travel, stress, academic time demand, regular exposure to artificial light, social and economic pressures context, excessive use of internet and computers, televisions and social activities at night. These conditions directly can influence possible changes in the sleep profile of the population and can trigger disturbing factors that lead to the diagnosis of insomnia. Among the forms of treatment, there are pharmacological and non-pharmacological, in which the latter seeks to improve the symptoms and help in decreasing the dose and the medication frequency. Despite the possible strategies, the practice of yoga has been recommended for its psychophysical aspects and seek improvements in physical and mental quality, however, few studies that analyze Yoga associated exclusively with insomnia disorder have been found. The goal since the study was to investigate the effects of an 8-week Yoga program on the sleep profile of volunteers. For this, 18 individuals of both sexes, aged between 20 and 37 years, were randomly assigned to: a) Yoga group (n = 9) and b) Control group (n = 9). The Yoga program occurred twice a week for 8 consecutive weeks. Before and after the end of the intervention, volunteers undergo anthropometric assessments, BMI, and questionnaires that assessed the level of physical activity, mood and insomnia. Only nine volunteers remained until the end of the program. The results showed that the practice of Yoga reduced the scale of alteration of sleep and the scores of depression and stress, improving the total values in the humor scale and generating an indicative for improvement in the sleep quality of the experimental group. However, ratings that diagnose mood disorders, excessive drowsiness, and insomnia severity have not shown significant changes after the intervention period. In conclusion, the practice of Yoga for 8 consecutive weeks was able to present improvement in levels of depression, stress and sleep disorders, however, these results were not significant to change the classifications of mood tests and insomnia disorder.
Keywords Transtorno de insônia
Sono
Humor
Yoga
Insomnia Disorder
Sleep
Mood
Yoga
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2018-12-05
Published in QUEIROZ, Mariana Huici. Efeitos no perfil de sono em indivíduos submetidos a prática de yoga. 2018. 45 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2018.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 45 f.
Access rights Closed access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51623

Show full item record




File

Name: MARIANA QUEIROZ.pdf
Size: 2.725Mb
Format: PDF
Description: TCC completo
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account