Efeito do exercício físico agudo realizado na intensidade do limiar aeróbio e em carga retangular no humor e no bem estar

Efeito do exercício físico agudo realizado na intensidade do limiar aeróbio e em carga retangular no humor e no bem estar

Author Chaves, Guilherme Mesquita Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Antunes, Hanna Karen Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract Com o objetivo de investigar os efeitos do exercício físico agudo realizado na intensidade do limiar aeróbio com diferentes durações no humor e no bem-estar, 15 voluntários jovens, sadios do gênero masculino com idades entre 18 a 35 anos, com média (±desvio-padrão) da idade, estatura, massa corporal, índice de massa corpórea (IMC) e VO2 pico de: 24,40 ± 4,79 anos; 1,73 ± 0,05 cm; 79,12 ± 14,34 kg; 26,29 ± 4,06 kg/m2; e 43,31 ± 9,10 ml.kg.min-1, respectivamente, foram submetidos a 3 protocolos de exercício. Os protocolos foram: a) Teste de carga progressiva realizado até a exaustão voluntária máxima (TE); b) Teste em carga retangular na intensidade do LV-I, por um período de 30 min e c) Teste em carga retangular na intensidade do LV-I, por um período de 45 min. Os testes foram conduzidos em um cicloergômetro de membro inferior (Lode, Excalibur Sport 925900), e em todos os protocolos, foram realizadas analises dos gases ventilatórios feito pelo método de mensuração das trocas gasosas respiratórias com um sistema metabólico (Quark PFT4 Cosmed, Italy). Em cada protocolo, os voluntários responderam a dois instrumentos que avaliam o humor, essa avaliação foi realizada em diferentes momentos: antes, imediatamente após, 30’ e 60’ após o término dos protocolos. Os instrumentos utilizados foram: 1) Escala de Humor de Brunel (BRUMS); 2) VISUAL ANALOGUES OF MOOD SCALES (VAMS); 3) Escala Subjetiva de Experiência em Exercício - SEES; 4) IDATE. O estudo foi aprovado pelo Comitê de ética da UNIFESP (#1713/08). As análises estatísticas foram realizadas com auxílio programa Statistica , versão 7.0. Os dados foram comparados em relação ao tempo utilizando análise de variância ANOVA para medidas repetidas com post-hoc Tukey Test. Os resultados mostraram que o protocolo realizado no LV-I por 30 minutos apresentou um comportamento melhor do ponto de vista psicobiológico em relação ao protocolo realizado até a exaustão voluntaria máxima e ao LV-I por 45 minutos. Como conclusão, os dados permitem apontar que o protocolo realizado no LV-I por 30 minutos foi melhor para os aspectos psicobiológicos quando comparados aos outros protocolos por apresentar menor índice de fadiga.

In order to investigate the effects of physical exercise performed in the intensity of the aerobic threshold with differentdurations in mood and well-being of 15 young volunteers that were healthy males aged 18 to 35 years, mean (± standard deviation) of age, height, body mass, body mass index (BMI) and VO2 peak: 24.40 ± 4.79 years, 1.73 ± 0.05 cm, 79.12 ± 14.34 kg, 26 , 29 ±4.06 kg/m2, and 43.31 ± 9.10 ml.kg.min-1, respectively, underwent 3 exercise protocols.The protocols were: a) incremental test performed up to maximum voluntary exhaustion (TE) b) Test in rectangular load in the intensity of the GP-I, for a period of 30 min c) Test in rectangular load in the intensity of LV -I, for a period of 45 min.The tests were conducted in a cycle of lower limb (Lode, Excalibur Sport 925900), and all protocols were performed ventilatory gas analysis done by the method of measuring respiratory gas exchange with a metabolic system (Quark PFT4 Cosmed, Italy) .In each protocol, the volunteers responded to two instruments assessing mood, this assessment was performed at different times: before, immediately after, 30 'and 60' after the end of the protocols. The instruments used were: 1) Mood Scale Brunel (BRUMS) 2) analogues VISUAL SCALES OF MOOD (VAMS), 3) Scale of Subjective Experience in Exercise -SEES, 4) IDATE. The study was approved by the UNIFESPEthics Committee (# 1713/08).Statistical analysis was performed using Statistica , version 7.0. The data were compared with respect to time using ANOVA for repeated measures with post-hoc Tukey Test.The results showed that the protocol developed in the LV-I for 30 minutes displayed a better perspective in relation to psychobiological protocol performed until voluntary exhaustion and maximum LV-I for 45 minutes.In conclusion, these data may point out that the protocol developed in the LV-I for 30 minutes was better for the psychobiologicalaspects when compared to other protocols by presenting a lower fatigue index
Keywords Exercício físico agudo
Bem-estar
Humor
Acute physical exercise
Wellness
Mood
xmlui.dri2xhtml.METS-1.0.item-coverage ISS
Language Portuguese
Date 2009-12-15
Published in CHAVES, Guilherme Mesquita. Efeito do exercício físico agudo realizado na intensidade do limiar aeróbio e em carga retangular no humor e no bem estar. 2009. 30 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade (ISS), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Santos, 2009.
Knowledge area Promoção da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 30 f.
Access rights Open access Open Access
Type Trabalho de conclusão de curso de graduação
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51576

Show full item record




File

Name: Guilherme Chaves.pdf
Size: 375.9Kb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account