Estudo de fatores morfológicos prognósticos do câncer colo-retal extirpado

Estudo de fatores morfológicos prognósticos do câncer colo-retal extirpado

Título alternativo Study of morphologic prognostic features in resected colorectal cancer
Autor Bromberg, Sansom Henrique Google Scholar
Barreto, Elci Google Scholar
Moncau, José Eduardo Cajado Autor UNIFESP Google Scholar
Goldenberg, Saul Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital do Servidor Público Estadual de S.Paulo Francisco Morato de Oliveira
Serviço de Anatomia Patológica
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The morfologic features of DUKES classification , depth of penetration through the bowel wall and metastasis to lymph nodes and the growth pattern of tumor were studyed to evaluate their prognostic significance in 320 patients with colorectal cancer. Cancers were called expansive when the invasive margin was pushing or node circunscribed and infiltrative when the tumor invaded in a diffuse manner with widespread penetration of normal tissues. Significant correlations were observed between expansive growth and free lymph nodes (90,2%) as well as with DUKES Stage A (70,4%) and with a small rate of metastasis (12,5%).The five-year survival rate was 83,5% for patients with expansive growth and 49,8% for infiltrative growth pattern.In the same DUKES Class , the five-year survival was significantly higher for patients with expansive growth pattern, made possible the identification of patients sub groups within the same stage of disease.

O valor prognóstico das variáveis morfológicas constituintes da Classificação de DUKES - nível de invasão parietal e comprometimento dos linfonodos - e o padrão de crescimento da margem invasiva da neoplasia foi estudado em 320 doentes com câncer colo-retal. O padrão de crescimento expansivo associou-se significantemente à presença de linfonodos livres (90,2%), ao estádio A de DUKES (70,4%) e a menor número de casos metastáticos (12,5%). O padrão infiltrativo associou-se a casos de neoplasias não confinadas à parede intestinal (85,7%) e a presença de metástases (87,5%). A sobrevivência de cinco anos foi de 83,5% para doentes com o padrão expansivo, significantemente maior que a de 49,8% para os com o padrão infiltrativo Na mesma classe de DUKES, a sobrevida mostrou-se sempre maior quando associada ao padrão expansivo de crescimento, caracterizando grupos de risco no mesmo estádio da doença.
Palavra-chave Colon
Rectum
Neoplasms
Prognosis
Colón
Reto
Neoplasias
Prognóstico
Idioma Português
Data de publicação 1997-09-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 12, n. 3, p. 206-212, 1997.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 206-212
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86501997000300013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86501997000300013 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/513

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86501997000300013.pdf
Tamanho: 432.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta