I RBH – Primeiro Registro Brasileiro de Hipertensão Arterial

I RBH – Primeiro Registro Brasileiro de Hipertensão Arterial

Alternative title I RBH - First Brazilian Hypertension Registry
Author Brandao Veiga Jardim, Paulo Cesar Google Scholar
Sebba Barroso de Souza, Weimar Kunz Google Scholar
Lopes, Renato Delascio Autor UNIFESP Google Scholar
Brandao, Andrea Araujo Google Scholar
Bolivar Malachias, Marcus V. Google Scholar
Gomes, Marco Mota Google Scholar
Moreno Junior, Heitor Google Scholar
Duarte Barbosa, Eduardo Costa Google Scholar
dos Santos Povoa, Rui Manoel Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract Background: A registry assessing the care of hypertensive patients in daily clinical practice in public and private centers in various Brazilian regions has not been conducted to date. Such analysis is important to elucidate the effectiveness of this care. Objective: To document the current clinical practice for the treatment of hypertension with identification of the profile of requested tests, type of administered treatment, level of blood pressure (BP) control, and adherence to treatment. Methods: National, observational, prospective, and multicenter study that will include patients older than 18 years with hypertension for at least 4 weeks, following up in public and private centers and after signing a consent form. The study will exclude patients undergoing dialysis, hospitalized in the previous 30 days, with class III or IV heart failure, pregnant or nursing, with severe liver disease, stroke or acute myocardial infarction in the past 30 days, or with diseases with a survival prognosis < 1 year. Evaluations will be performed at baseline and after 1 year of follow-up. The parameters that will be evaluated include anthropometric data, lifestyle habits, BP levels, lipid profile, metabolic syndrome, and adherence to treatment. The primary outcomes will be hospitalization due to hypertensive crisis, cardiocirculatory events, and cardiovascular death, while secondary outcomes will be hospitalization for heart failure and requirement of dialysis. A subgroup analysis of 15% of the sample will include noninvasive central pressure evaluation at baseline and study end. The estimated sample size is 3,000 individuals for a prevalence of 5%, sample error of 2%, and 95% confidence interval. Results: The results will be presented after the final evaluation, which will occur at the end of a 1-year follow-up. Conclusion: The analysis of this registry will improve the knowledge and optimize the treatment of hypertension in Brazil, as a way of modifying the prognosis of cardiovascular disease in the country.

Fundamento: Ainda não foi realizado um registro brasileiro para avaliar, na prática clínica diária, o atendimento a pacientes hipertensos tanto em serviços públicos quanto privados distribuídos pelas diversas regiões do país. Este conhecimento é importante como forma de verificar a efetividade deste atendimento. Objetivo: Documentar a prática clínica vigente para o tratamento da hipertensão arterial, através do conhecimento do perfil dos exames realizados, do tipo de tratamento recebido, do nível de controle da pressão arterial (PA) e da adesão ao tratamento. Métodos: Estudo nacional, observacional, prospectivo e multicêntrico que incluirá pacientes > 18 anos, hipertensos há ≥ 4 semanas, em acompanhamento em serviços públicos e privados e com assinatura do consentimento. Serão excluídos pacientes em diálise, internados nos últimos 30 dias, com insuficiência cardíaca classe III ou IV, gravidez ou amamentação, hepatopatia grave, acidente vascular cerebral ou infarto agudo nos 30 dias anteriores e doenças com prognóstico de sobrevida < 1 ano. As avaliações serão realizadas ao início e final do estudo, após acompanhamento por 1 ano. Parâmetros a serem avaliados incluirão dados antropométricos, hábitos de vida, PA, perfil lipídico, síndrome metabólica e adesão ao tratamento. Os desfechos primários serão internação por crise hipertensiva, evento cardiocirculatório e óbito cardiovascular, e os desfechos secundários serão internação por insuficiência cardíaca e necessidade de diálise. Uma análise de subgrupo avaliará a pressão central de forma não invasiva em 15% da amostra no início e final do estudo. A amostra estimada é de 3.000 indivíduos para prevalência de 5%, erro amostral de 2% e intervalo de confiança de 95%. Resultados: Os resultados serão apresentados após a avaliação final que ocorrerá quando encerrado 1 ano de seguimento. Conclusão: A análise deste registro trará melhor conhecimento sobre o tratamento da hipertensão no Brasil e possibilitará a otimização do mesmo, como forma de interferir no prognóstico da doença cardiovascular em nosso meio.
Keywords Evidence-Based Practice
Hypertension
Risk Factors
Multicenter Studies as Topic
Epidemiology
Prevalence
Prática Clínica Baseada em Evidências
Hipertensão
Fatores de Risco
Estudos Multicêntricos como Assunto
Epidemiologia
Prevalência
Language English
Portuguese
Sponsor Sociedade Brasileira de Cardiologia
Date 2016
Published in Arquivos Brasileiros De Cardiologia. Rio De Janeiro, v. 107, n. 2, p. 93-98, 2016.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo, impact factor)
Publisher Arquivos Brasileiros Cardiologia
Extent 93-98
Origin http://dx.doi.org/10.5935/abc.20160120
Access rights Open access Open Access
Type Article
Web of Science ID WOS:000384305300001
SciELO ID S0066-782X2016004100093 (statistics in SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/51214

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account