Alteração tireoidiana: um fator de risco associado à depressão pós-parto?

Alteração tireoidiana: um fator de risco associado à depressão pós-parto?

Título alternativo Thyroid dysfunction: a risk factor associated with post-partum depression?
Autor Ruschi, Gustavo Enrico Cabral Autor UNIFESP Google Scholar
Chambô Filho, Antônio Google Scholar
Lima, Valmir José de Autor UNIFESP Google Scholar
Sun, Sue Yazaki Autor UNIFESP Google Scholar
Zandonade, Eliana Google Scholar
Mattar, Rosiane Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Santa Casa de Misericórdia do Espírito Escola de Ciências Superiores Departamento de Ginecologia e Obstetrícia
Universidade Federal do Espírito Santo Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Resumo OBJECTIVES: to investigate the prevalence of post partum depression and its correlation with thyroid dysfunction in mothers. METHODS: a descriptive, cross-cutting observational study carried out among 292 women between the 31st and 180th days post partum, attending public health units in the Metropolitan Region of Vitória, in the State of Espírito Santo, Brazil. The sample was analyzed for socio-demographic and clinical-obstetric characteristics. A depressive disorder was defined by a score greater than or equal to twelve on the Edinburgh Post-Partum Depression Scale (EPDS). The thyroid was assessed using serum dosages of thyroid stimulating hormone, (TSH), free thyroxin (T4 free) and anti-peroxidase antibodies (TPO). Evaluation of the results was carried out using descriptive analysis and the χ2 test, with a level of significance of 5%. RESULTS: 115 women (39.4%) scored higher than 12 on the EPDS and were thereby deemed to be depressed; 117 (60.6%) scoring lower than 12 were considered not to be depressed. The prevalence of post-partum depression in the group with thyroid dysfunction was 36% and 40% in the group without thyroid dysfunction. There was no statistically significant difference in the frequency of depression between patients with or without thyroid dysfunction (χ2=0.131;p=0.717). CONCLUSIONS: the frequency of PPD was high but no association was observed between post-partum depression and thyroid dysfunction.

OBJETIVOS: estudar prevalência de depressão pósparto e sua correlação com alterações tireoidianas maternas. MÉTODOS: estudo observacional descritivo transversal realizado com 292 mulheres entre 31 e 180 dias após o parto, atendidas em unidades de saúde pública da Região Metroplitana de Vitória, Espírito Santo, Brasil. Analisou-se a amostra segundo características sociodemográficas e clínico-obstétricas. Definiu-se transtorno depressivo pelo escore igual ou superior a 12 na Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburgo (EPDS). A avaliação tireoidiana foi realizada por dosagens séricas de hormônio tireo-estimulante (TSH), tiroxina livre (T4 livre) e dos anticorpos anti-peroxidase (TPO). Para avaliação dos resultados utilizamos técnicas de análise descritiva e teste do χ2, adotando nível de significância de 5%. RESULTADOS: 115 mulheres (39,4%) apresentaram escores iguais ou superiores a 12 na EPDS, sendo consideradas deprimidas; 117 (60,6%), com escores inferiores a 12, foram consideradas não deprimidas. A prevalência de depressão pós-parto no grupo com alterações tireoidianas foi de 36% e no grupo sem alterações tireoidianas foi de 40%. Não houve diferença estatisticamente significante na frequência de depressão entre as pacientes com e sem alterações tireoidianas (χ2=0,131;p=0,717). CONCLUSÕES: a frequência de DPP foi elevada, não sendo observada associação entre depressão pós-parto e alterações tireoidianas.
Palavra-chave Depression, postpartum
Postpartum thyroiditis
Depressão pós-parto
Tireoidite pós-parto
Idioma Português
Data de publicação 2009-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil . Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira, v. 9, n. 2, p. 207-213, 2009.
ISSN 1519-3829 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Extensão 207-213
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292009000200010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1519-38292009000200010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5101

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1519-38292009000200010.pdf
Tamanho: 119.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta