Novos mecanismos pelos quais o exercício físico melhora a resistência à insulina no músculo esquelético

Novos mecanismos pelos quais o exercício físico melhora a resistência à insulina no músculo esquelético

Título alternativo New mechanisms by which physical exercise improves insulin resistance in the skeletal muscle
Autor Pauli, José Rodrigo Autor UNIFESP Google Scholar
Cintra, Dennys Esper Google Scholar
Souza, Claudio Teodoro De Google Scholar
Ropelle, Eduardo Rochette Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Universidade do Extremo Sul Catarinense Laboratório de Fisiologia e Bioquímica do Exercício
Resumo Insulin resistance of skeletal muscle glucose transport is a key-defect for the development of impaired glucose tolerance and type 2 diabetes. However, it is known that both an acute bout of exercise and chronic endurance exercise training can bring beneficial effects on insulin action in insulin-resistant states. However, little is currently known about the molecular effects of acute exercise on muscle insulin signaling in the post-exercise state in insulin-resistant organisms. This review provides new insight into the mechanism through which acute exercise restores insulin sensitivity, highlighting an important role for inflammatory proteins and S-nitrosation in the regulation of insulin signaling proteins in skeletal muscle.

O prejuízo no transporte de glicose estimulada por insulina no músculo constitui um defeito crucial para o estabelecimento da intolerância à glicose e do diabetes tipo 2. Por outro lado, é notório o conhecimento de que tanto o exercício aeróbio agudo quanto o crônico podem ter efeitos benéficos na ação da insulina em estados de resistência à insulina. No entanto, pouco se sabe sobre os efeitos moleculares pós-exercício sobre a sinalização da insulina no músculo esquelético. Assim, esta revisãoapresenta novos entendimentos sobre os mecanismos por meio dos quais o exercício agudo restaura a sensibilidade à insulina, com destaque ao importante papel que proteínas inflamatórias e a S-nitrosação possuem sobre a regulação de proteínas da via de sinalização da insulina no músculo esquelético.
Palavra-chave Exercise
insulin resistance
inflammation
skeletal muscle
Exercício
resistência à insulina
inflamação
músculo esquelético
Idioma Português
Data de publicação 2009-06-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 53, n. 4, p. 399-408, 2009.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 399-408
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302009000400003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000268599000003
SciELO S0004-27302009000400003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5092

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27302009000400003.pdf
Tamanho: 344.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta