A percepção de qualidade de vida de pessoas portadoras de deficiência física pode ser influenciada pela prática de atividade física?

A percepção de qualidade de vida de pessoas portadoras de deficiência física pode ser influenciada pela prática de atividade física?

Título alternativo Can the self-perceived quality of life of people with special needs be influenced by practice of physical activity?
Autor Noce, Franco Autor UNIFESP Google Scholar
Simim, Mário Antônio de Moura Google Scholar
Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Centro Universitário de Belo Horizonte Laboratório de Psicologia do Esporte
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The positive effects of regular physical activity practice are not restricted to physical well being. Quality of life regards the overall sense of well-being of an individual in relation to the multiple aspects of his/her life. People with special needs may present high levels of sedentarism, which has a remarkable influence on their self-perceived quality of life. Therefore, the objective of the present study was to assess the effect of 12 weeks of physical activity practice on the perception of the quality of life of individuals with special needs. 20 male individuals with physical disabilities participated in the study. They were divided into two groups, Sedentary and Active. The instruments used were a questionnaire on demographic data and the World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Brief). Mean age of the volunteers was 38.1 years, they were single, had not finished elementary school and lived in their own house. Most of them had poliomyelitis. The Active group presented higher scores in all domains of the instrument (physical, psychological, social and environmental). The results obtained in the present study showed that the quality of life of Active people with special needs was better than that of the Sedentary ones. Consequently, we strongly recommend that people with physical disabilities be encouraged to participate in physical and/or sports activity programs regularly.

A prática regular de atividade física promove uma série de benefícios que vão além da esfera física. A qualidade de vida, segundo diversas fontes, diz respeito ao grau de satisfação de um indivíduo com os múltiplos aspectos da sua vida. As pessoas portadoras de deficiência física podem apresentar níveis de sedentarismo elevados, influenciando de forma decisiva na percepção de sua qualidade de vida. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar o efeito de 12 semanas de prática de atividade física na percepção do nível de qualidade de vida de deficientes físicos. Participaram do estudo 20 deficientes físicos, do gênero masculino, divididos em dois grupos, Sedentários e Ativos. Como instrumento de estudo foi utilizado um questionário de dados demográficos e o World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Bref). Em geral, a média de idade dos voluntários era de 38,1 anos, possuíam o 1º grau incompleto, moradia própria, eram solteiros e predominantemente portadores de poliomielite. O grupo Ativo apresentou escores mais elevados na qualidade de vida em todas as dimensões (física, psicológica, social e ambiental) do instrumento. Os resultados obtidos com o presente estudo comprovaram que o nível de qualidade de vida dos deficientes físicos Ativos foi melhor do que a dos Sedentários.
Palavra-chave quality of life
physical activity
physical disability
qualidade de vida
atividade física
deficiência física
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2009-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, v. 15, n. 3, p. 174-178, 2009.
ISSN 1517-8692 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Extensão 174-178
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922009000300002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1517-86922009000300002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5089

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1517-86922009000300002.pdf
Tamanho: 388.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta