Associação Entre A Leucometria Global E Os Neutrófilos Circulantes Com Dependência Funcional, Demência E Morte Em Uma Coorte De Longevos

Associação Entre A Leucometria Global E Os Neutrófilos Circulantes Com Dependência Funcional, Demência E Morte Em Uma Coorte De Longevos

Author Henrique, Gabriela Haas Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Almada Filho, Clineu De Mello Autor UNIFESP Google Scholar
Institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Graduate program Tecnologias e atenção à saúde
Abstract Objective: The objective of this study is to determine the prognostic impact of total and differential WBC counts on disability, dementia and mortality during 2 to 4 years follow up in a general population of aged 80 and over. Methods: Total and differential WBC count were examined at baseline from 2010 to 2013 in the Lonvegos Project. The subjects were community‐dwelling aged 80 and over, they could walk without human support, enabled for activities of daily living (ADLs), they had all chronic conditions under control and they did not have cognitive impairment complains (N= 234). WBC and neutrophils were divided into quartiles for analysis and people were followed for incident of disabilities, dementia and death until December 2015. Results:During the follow up period 24 people developed disabilities and dementia (10,3% each) and 43 people died (18,4%). There was a tendency of a higher prevalence of diabetic older adults in the higher quartiles of leukocytes (Q3‐Q4), p=0,056. There was also a tendency of higher prevalence of coronary artery disease in the higher quartiles of neutrophils (p=0,07). The higher quartiles of leukocytes and neutrophils (Q3‐Q4) were associated with greater levels of C Reactive Protein (CRP), p<0,001. No significant statistical associations were found between the 3 outcomes and the neutrophil and WBC count. However, the fully adjusted model showed a strong tendency of higher prevalence of dementia in the lowest quartiles of neutrophils (p=0,051). Conclusions: The results may contribute to the hypothesis that the innate immunologic system performance might be distinct in the aged 80 and over. Maybe it is an adaptive advantage to longevity. This theme deserves attention as a potential field for new studies.

Objetivo: Avaliar a associação entre a leucometria global e os neutrófilos circulantes com dependência funcional, demência e morte em uma população de idosos com 80 anos e mais. Métodos: Estudo observacional analítico longitudinal (coorte histórica) realizado na coorte do Projeto Longevos da Disciplina de Geriatria e Gerontologia da UNIFESP. Foram coletados hemograma e proteína C reativa (PCR) dos pacientes incluídos no estudo entre 2010 e 2013. Caracterizou‐se também o sexo e a presença de hipertensão, diabetes, obesidade, doença arterial coronariana e cerebrovascular. Os valores absolutos de leucócitos e neutrófilos foram divididos em quartis e os idoso sforam avaliados anualmente para o acompanhamento dos desfechos estudados. Inicialmente, o tempo de sobrevida aos eventos foi analisado através do agrupamento de longevos em quartis, referentes a contagem de leucócitos e neutrófilos via modelo de Kaplan‐Meier, cujas funções de sobrevivências foram comparadas utilizando‐se o teste de Log Rank (Mantel‐Cox). Resultados: Observou‐se que 24 longevos tornaramse funcionalmente dependentes (10,3%), outros 24 evoluíram com demência (10,3%) e 43 morreram (18,4%). Averiguou‐se uma tendência a maior prevalência de diabéticos nos maiores quartis de leucócitos (p=0,056). Encontrou‐se ainda uma tendência a maior prevalência de doença arterial coronariana nos maiores quartis de neutrófilos (p=0,07). Os maiores quartis de leucócitos e neutrófilos foram associados a maiores valores de PCR (p<0,001). Não houve diferença estatística significante entre os desfechos e o número absoluto de leucócitos e neutrófilos, porém, após realizado ajuste completo para possíveis vieses, encontrou‐se uma forte tendência a maior prevalência de demência nos menores quartis de neutrófilos (p=0,051). Conclusão: Os resultados apresentados podem contribuir para a hipótese de que a atuação do sistema imunológico inato seja distinta nos idosos longevos e talvez, cooperativa a uma vantagem adaptativa para a longevidade. Requerem‐se estudos adicionais sobre o tema para novas elucidações.
Keywords White Blood Cell Count
Aged 80 And Over
Mortality
Leucócitos
Mortalidade
Idoso De 80 Anos Ou Mais
Language Portuguese
Date 2017-09-28
Research area Medicina
Knowledge area Ciências da saúde
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 75p.
Origin https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6295748
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50832

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account